Mandarim na Ponta da Língua

Curso mandarim na Ponta da Língua

O Mandarim é a língua oficial da China, sendo este País o mais povoado do mundo, é compreensível que a língua Chinesa seja a mais falada no planeta. Estima-se que 1,2 bilhões de pessoas falem mandarim no mundo, o que significa que em cada 6 pessoas , 1 sabe falar este idioma. Sendo a China uma das maiores potências atuais, com este curso habilita-se a valorizar as suas competências de uma forma imensurável.

OBJETIVOS GERAIS

• Conhecer algumas características da Cultura Chinesa;

• Ganhar confiança na interação com Chineses;

• Ter uma primeira abordágem com esta língua;

• Poder ter conversas muito breves em situações quotidianas.

Este produto não garante a obtenção de resultados. Qualquer referência ao desempenho de uma estratégia não deve ser interpretada como uma garantia de resultados

  • Conteúdo
  • Vantagens
  • Detalhes

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Isabel Figueiredo Paula
2 Anos Hotmarter | Perfil Best-Seller

Orientate, Asian Studies - Dedicada ao ensino da língua e cultura Asiáticas

PORQUÊ APRENDER MANDARIM ?

A China é a 2ª maior economia do Mundo e a sua influência está presente em muitos Países. Todos sabemos que falar idiomas estrangeiros é benéfico e aumenta as oportunidades de trabalho, no entanto, saber Inglês e Espanhol já não é suficiente.

Com a rápida evolução da economia chinesa, o Mandarim revela-se a língua a apostar para quem quer ser bem-sucedido no mundo dos negócios, uma vez que grande parte dos empregadores valoriza quem consegue comunicar nesta língua tão distinta.

Posto isto, temos para si um curso de Mandarim onde poderá desenvolver, não só, as competências auditivas e orais que lhe permitem começar a interagir oralmente em Mandarim, mas também, um contacto mais profundo com a ancestral cultura chinesa .

QUALIFIQUE-SE PARA ESTUDAR EM UNIVERSIDADES NA CHINA OU TRABALHAR EM EMPRESAS CHINESAS !!

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui