MASTITE BOVINA: CLASSIFICAÇÃO DAS INFLAMAÇÕES DA GLÂNDULA MAMÁRIA

A mastite é reconhecida como uma síndrome complexa, de etiologia múltipla, que resulta da interação entre o animal, o ambiente e os microrganismos.

A inflamação da glândula mamária em animais domésticos apresenta repercussão econômica em todos os países do mundo.

A mastite em animais domésticos pode ser classificada em clínica ou subclínica, com base na presença de alterações no aspecto do leite, na glândula mamária e/ou nos animais. A manifestação de diferentes sinais e sintomas clínicos pelos animais é microrganismo-dependente, ou seja, está intimamente associada a determinados grupos de agentes.

O monitoramento da gravidade dos casos clínicos é um conceito atual, de grande valor em programas de controle de mastite. Escores de gravidade propõem a classificação dos casos em: grau 1 (leves), 2 (moderados) e 3 (graves).

Espera-se que este E-BOOK possa contribuir para o estudo e controle da mastite bovina.

  • Vantagens
  • Detalhes

1. Introdução

2. Desenvolvimento da infecção

3. Reação na glândula mamária

4. Classificação das mastites

5. Mastite catarral aguda

6. Mastite catarral crônica

7. Mastite necrosante aguda (gangrenosa, flegmonosa)

8. Mastite supurativa (purulenta-abscedativa, apostematosa)

9. Mastite catarral-purulenta

10. Anormalidades de consistência do leite

11. Consistência do leite nas mastites

12. Consideração final

13. Referências

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Paulo Francisco Domingues

Médico Veterinário, graduado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, Campo Grande, MS – 1982.

Especialização: Residência em Medicina Veterinária na Área de Patologia Clínica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, UNESP, Campus de Botucatu, SP – 1983.

Exerceu o cargo de Médico Veterinário na Cooperativa dos Produtores de Leite da Alta Paulista – COPLAP, Tupã, SP (1984 a 1987).

Professor Universitário: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, UNESP, Campus de Botucatu, SP/Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública. Responsável pela Disciplina de Higiene Zootécnica (1987 a 2018).

Mestrado em Zootecnia (1993): Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, UNESP, Campus de Botucatu, SP.

Doutorado em Medicina Veterinária (1999): Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, UNESP, Campus de Botucatu, SP.

Professor Adjunto – Título: Livre Docente em Saúde Animal (2010).

Possui experiência na Área de Medicina Veterinária Preventiva, com ênfase em Animais de Produção e Higiene Zootécnica (Manejo Sanitário).

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui