'Os Fantasmas de um Fotografx ' de Roberta Tavares

O mix aterrorizante dos monstrinhos que alimentamos na carreira dedicada à fotografia documental, e que resume não apenas a experiência do ser artista, fotógrafo, documentarista, testemunha, mas porque você resiste e retorna.

Espero que saia menos assombrado e atormentado por estes fantasmas. Como pode perceber, minhas expectativas são altas, mas pelo simples fato da sua inquietação te trazer aqui, estou convencida que se alguém pode superar estas expectativas, seria você. Faça-me orgulhosa, se faça orgulhoso (a) e que nos encontremos nestas páginas. Estarei do outro lado com abraços e aplausos. (Roberta Tavares )

'O Álbum da Anti-Fotografia' foi pensado e idealizado para fotógrafxs inquietos, uma conversa aberta cheia de interrogações com objetivo de desmistificar, um convite para revisitarmos o àlbum tradicional da fotografia como conhecemos, entendermos suas estórias, História, reviravoltas, personagens, os processos e mentalidade visual até no que culmina esta geração do séc,21.

  • Vantagens
  • Detalhes

Reconhecer e avaliar as grandes amarras e os 3 principais desafios na carreira de um fotógrafx.

Conseguir avançar a linguagem fotográfica e artística mais confiante .

Acreditar no seu propósito com a fotografia.

Estudar referências e como aplicamos nos processos criativos.

Reprogramar e recalibrar sua relação com a fotografia.

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Roberta Tavares

Coletivo Brasileiro se dedica a inspirar e apoiar perspectivas pessoais na fotografia e novas relações com a linguagem e o meio, baseadas na exploração, experimentação da curiosidade e criatividade. Hoje, mais de oitenta fotógrafos, de diferentes realidades e regiões do Brasil, fazem parte do programa educacional do Alfabetismo e de suas aulas semanais, e da Agência. Eles são incentivados a compreender e explorar as ferramentas e linguagens para potencializar seus propósitos e o que pretendem comunicar: jornalismo, imprensa, documentário e arte.

O olhar do Coletivo/ e uma afirmação educativa inovadora, destaca a importância na diversidade de frações de experiências sendo compartilhadas como representação dos episódios mais importantes de nosso tempo para produzir histórias pessoais, fragmentos de nossa memória coletiva. Os fotógrafos do Alfabetismo fazem parte da história dos novos contadores de histórias brasileiros emergentes na fotografia contemporânea que questionam constantemente as novas narrativas e os papéis do narrador. Como seu corpo nessa história oferece a possibilidade de expressão e desafia os diálogos sócio-político-culturais convidando à liberdade de interpretações. Além de ocupar programação dos principais Festivais de Fotografia do Brasil, e serem destaques de Editais, prêmios e Concursos mais respeitados nacionalmente e internacionalmente como Lens Culture, estarem compondo exposições em Museus e Galerias (a nova exposição coletiva a abrir no Studio OM. art da Osklen no Rio de Janeiro) , eles estão constantemente em diálogos com alguns dos profissionais mais influentes da indústria e comunidade fotográfica mundial, colaborando com respeitados editores como : Alessia Glaviano ( Brand Visual Director Vogue Italia ), Kira Pollack ( Creative Director Vanity Fair ), James Wellford ( Sênior Editor Natgeo), Chloe Coleman (Editor Washigton Post ) , Michael Itkoff ( Director Daylight Books ), Michael Pritchard (Curator Royal Photographic Society ), e uma variedade dxs fotógrafxs mais consagradxs desta geração e das principais Agências mundiais.

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui