Provas discursivas para Analista Judiciário (Administração) do TJDFT

Trata-se de ebook com 35 provas discursivas para Analista Judiciário (Administração) do TJDFT. As provas discursivas estão separadas por assunto e acompanhadas do padrão de resposta com a indicação da referências bibliográficas. As questões estão separadas em 4 seções, conforme detalhado abaixo:

1- Gestão de Pessoas (7 provas);

2- AFO (16 provas);

3- Administração Pública e Direito Administrativo (6 provas);

4- Administração Geral (6 provas).

  • Vantagens
  • Detalhes

- Questões discursivas da FGV separadas por assunto, abrangendo todas as disciplinas que podem ser cobradas na prova discursiva

- Padrões de resposta com a indicação das referências bibliográficas

- Melhor custo benefício do mercado. Você vai pagar um pouco mais de 1 real por prova discursiva

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Antonio Ignacio Soares de Sousa Neto
2 Anos Hotmarter

Analista Judiciário - Área Administrativa - do Tribunal Superior Eleitoral

Especialista em Gestão de Pessoas no Serviço Público - ENAP;

Pós-Graduado em Gestão Estratégica - Universidade Cândido Mendes

Graduado em Administração de Empresas - UNIEURO;

Aprovado e convocado em 8 concursos públicos:

Técnico Bancário - Caixa Econômica Federal

Escriturário - Banco do Brasil

Técnico Judiciário - Área Administrativa: STM, TST e MPU

Analista Judiciário - Área Administrativa: TSE, MPU e TRT 10

Experiência nas áreas de gestão de pessoas, material/patrimônio e licitações/contratos. Atualmente, trabalho na área de auditoria do TSE.

Por que comprar no Hotmart Marketplace?

Até 7 dias para pedir reembolso

Pagamentos seguros

Suporte Hotmart

Acesso em todos os dispositivos

Diversas formas de pagamento

Como vou acessar?

Ao comprar, o produto fica disponível na sua conta

Você acessa seu produto através de um link que enviamos ao seu email. Você também pode acessá-lo nesta página.

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui