CONHECENDO O ECA

O curso Conhecendo o ECA com Guilherme Cechelero é um curso reflexivo. Seu objetivo não é um “aulão” da lei 8.069/90. O curso é trazer conhecimento e porque não dizer “incomodo” para pessoas que defendem Direitos de Criança e Adolescente, Trabalham na Rede de Garantia de Direitos ou Acadêmicos que estão se preparando para atuar neste área.

Muita sensibilização, comentários que no dia a dia não percebemos e o grande objetivo de mudar a postura para Proteger a Criança e o Adolescente é a marca do curso Conhecendo o ECA com Guilherme Cechelero.

Nesta apresentação dos vídeos iremos estudar cada direito e também ter uma visão de cada “ator” da Rede de Garantia de Direitos

Esteja preparado(a), pegue seu papel e caneta e boas reflexões!

  • Conteúdo
  • Detalhes
Conteúdo do curso (100% digital)

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Guilherme Cechelero
1 Ano Hotmarter

Cientista Social, Especialista na Área da Criança e do Adolescente, Educador, Practitioner Master em Programação Neolinguística e o principal Humano.

Guilherme Cechelero fez seu projeto de vida a defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. Atuou por muitos anos com Medidas Socioeducativas e nos últimos 10 anos da sua vida, vem atuando em diversos municípios de Santa Catarina e em outros Estados a promoção do ECA. Atualmente como cientista social estuda os temas: Adolescência e Empatia, além ministrar palestras e cursos sobre os temas: Criança e do Adolescente, Educação, Empatia e Inteligência Emocional para profissionais que atuam na área da infância e ter um curso voltado para Inteligência Emocional usando PNL para Adolescentes. Também é sócio fundador do Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santa Catarina - CEDECA/SC

Por que comprar no Hotmart Marketplace?

Até 7 dias para pedir reembolso

Pagamentos seguros

Suporte Hotmart

Acesso em todos os dispositivos

Diversas formas de pagamento

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui