Direito Educacional: Cartilha de Atendimento no Ensino Inclusivo

Esta obra apresenta questões práticas relacionadas ao Ensino

Inclusivo, visando a orientação no trato com o esse segmento e

como as escolas devem, no dia a dia, atender a inclusão escolar. No curso do estudo, é realizado, pelo Dr. Ricardo Furtado, uma distinção entre Educação Inclusiva e Ensino Inclusivo.

No dizer do jurista, Educação Inclusiva tem um aspecto mais

amplo que Ensino Inclusivo, desta forma a escola deve adotar, em seus contratos e documentos, a expressão composta Ensino Inclusivo.

Outras questões interessantes são tratadas no presente estudo, tais como: alunos que necessitam de acompanhamento individualizado; a escola como parte do sistema educacional deve favorecer o ingresso e permanência do aluno com necessidades especiais; Plano de Atendimento Educacional Individual: meio necessário para evitar ações de indenizações; o afastamento provisório de alunos com necessidades especiais com comportamento agressivo e indisciplinado utilizado como sinônimo de ensino inclusivo; diferença entre mediador e profissional de apoio, além de um caso concreto de aluno com síndrome de asperge.

O autor trata do Ensino Inclusivo não apenas como socialização, mas com a atenção que deve ser dada ao desenvolvimento da personalidade do ser humano, visando uma inclusão que possibilite uma inclusão consciente, sem colocar, inclusive, em risco não só a pessoa com necessidade especial, como todos os integrantes do grupo escolar.

  • Detalhes

Autor

Idioma

Português

Páginas

49

Arquivo

PDF

Público alvo

Escolas, professor, diretor escolar, advogado

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Ricardo Furtado
6 Anos Hotmarter

O Dr. Ricardo Furtado possui larga experiência na assessoria jurídica, com mais de 32 anos, de instituições educacionais: é Doutorando em Direito Civil pela Universidade de Buenos Aires – UBA; Pós-graduado em Direito Tributário pelo Centro Universitário Oswaldo Aranha; Graduação em Direito pelo Centro Universitário Augusto Motta. Atualmente participa como membro: 1 – efetivo do Instituto dos Advogados Brasileiros nas comissões de Direito Constitucional e Tributário; 2 – na Confederação Nacional de Estabelecimentos de Ensino como conselheiro; 3 – na Associação Comercial do Rio de Janeiro como conselheiro na comissão jurídico tributário; 4 – na Associação Comercial e Industrial de Jacarepaguá/RJ, como Diretor Jurídico; 5 – do Grupo de Direito Tributário do Rio de Janeiro; 6 – da Ricardo Furtado Advogados Associados como Diretor Presidente e, – 7 – Instituto Brasileiro de Estudos em Educação – IBEE, como Diretor Superintendente. Experiências nas áreas do Direito Privado e Público.

Neste ano de 2021, entrou em vigor, no ordenamento jurídico brasileiro, a Lei nº 13.709/2018, a chamada Lei Geral de Proteção de Dados. No sentido posto, é necessário que as escolas atentem, não só à adequação de suas rotinas nas determinações dessa lei, como também adequem seus documentos e seu contrato de custeio à nova realidade jurídica.

Pensando nessa assertiva, a Ricardo Furtado Sociedade de Advogados em parceria com o Instituto Brasileiro de Estudos em Educação – IBEE, vem anualmente apresentando o Manual de Gestão de Matrículas às escolas.

Esse Manual apresenta, por meio de seus documentos e contrato, uma rotina para que a escola estabeleça um Sistema de Matrículas a cada ano. Assim, além de apresentar modelos de documentos e contratos atualizados, o Manual fundamenta todos os instrumentos com base na legislação pertinente, disponibilizando informações claras para que as escolas possam construir uma relação com o usuário do serviço educacional de forma transparente, evitando riscos

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui