Ansiedade Infantil

Transtornos de ansiedade são os distúrbios psiquiátricos mais

comuns na infância. Saiba quando é hora de buscar atendimento.

Quem convive ou já conviveu com um transtorno de ansiedade sabe

como pode ser sofrido e paralisante. Imagine ter que lidar com isso

ainda durante a infância, quando o cérebro está em formação e não

tem a maturidade necessária para entender o que está acontecendo.

Os transtornos de ansiedade são os quadros psiquiátricos mais

comuns na infância e na adolescência. De 10% a 15% da população

nessa faixa etária tem algum transtorno – desde casos mais leves

até casos mais graves e com grande prejuízo funcional. O problema

é mais frequente em meninas.

Antes de tudo, é preciso destacar que um certo grau de ansiedade é

normal, e até saudável. A ansiedade faz parte da vida de todas as

pessoas e é a reação emocional esperada diante de diversas

situações. No caso das crianças, é comum antes de uma viagem,

uma festa de aniversário ou uma apresentação na escola, por

exemplo.

A ansiedade é importante para a nossa sobrevivência, é o que alerta

o cérebro e nos faz agir diante de um perigo.

O problema ocorre quando ela é

desproporcional às situações vividas,

causando impacto funcional no dia a dia. A

ansiedade patológica é excessiva,

persistente e causa sofrimento. Diante

disso, em muitos casos a criança se

afasta ou tenta evitar a situação que lhe

causa ansiedade a qualquer custo.

  • Detalhes

Autor

Idioma

Português

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Jose Maria Soares De Oliveira filho

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui