Curso NR-34: Segurança na Indústria da Construção e Reparação Naval

Português

A indústria da construção e reparação naval é uma das mais desafiadoras e, ao mesmo tempo, uma das mais importantes para a economia e infraestrutura de um país. Com isso, a segurança e saúde dos trabalhadores envolvidos nessas atividades tornam-se primordiais. É nesse contexto que a Norma Regulamentadora NR-34 se destaca.

Por que o Curso NR-34 é Fundamental?

A NR-34 não só estabelece os requisitos mínimos de segurança e saúde no trabalho para as empresas do setor, mas também enfatiza a preservação do meio ambiente. O curso visa preparar os profissionais para atender a todos esses requisitos com excelência.

O que você vai aprender?

Introdução: Entenda a importância e os fundamentos da NR-34.

Aplicações: Saiba onde e como a norma se aplica na prática.

Qualificação: Conheça os requisitos para atuar na área.

Procedimentos Operacionais: Aprenda os procedimentos padrões para garantir a segurança.

Instrução e Supervisão: Entenda a importância da orientação e supervisão contínua.

APR – Análise Preliminar de Risco: Identifique e previna riscos antes de iniciar qualquer atividade.

Trabalhos a quente e similares: Conheça os cuidados específicos para atividades de maior risco.

Normativas e estudos relacionados: Mantenha-se atualizado sobre as últimas pesquisas e normativas do setor.

Prevenção de acidentes: Aprenda técnicas e práticas para evitar acidentes.

Conclusão: Finalize o curso com uma compreensão completa sobre a NR-34.

Noções de Primeiros Socorros: Esteja preparado para agir em situações de emergência.

A segurança na indústria da construção e reparação naval é uma responsabilidade de todos. Com o nosso curso NR-34, você estará apto a garantir um ambiente de trabalho seguro e em conformidade com as normativas. Invista em conhecimento e proteja-se!

Mostrar mais
    Saiba mais sobre quem criou o conteúdo

    Perguntas Frequentes

    O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui