Planilha de Cálculos Judiciais Trabalhistas para Advogados

Devido à necessidade de se informar valores para os pedidos (art. 319, IV, CPC, e § 1º do art. 840, da CLT), torna-se necessária a feitura dos cálculos, chamados de "cálculos iniciais".

É muito comum inserir na inicial os valores das verbas pleiteadas de forma presumida, sem efetuar a conta, minuciosamente. Fazem isso apenas para obter os valores dos pedidos. Não é uma boa prática, principalmente com a edição da Lei nº 13.467 / 2017, que prevê multas e pagamento de despesas processuais, inclusive honorários advocatícios, para quem fizer pedidos indevidos ou com valores além dos cabíveis. Vale observar também que, depois da entrada em vigor dessa nova lei, muitos juízes nem estão aceitando mais a entrada da inicial desacompanhada dos cálculos, com a discriminação das verbas e respectivos valores.

  • Conteúdo
  • Vantagens
  • Detalhes

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Leandro Almeida

CEO na LA Consulting BR, empresa especializada na prestação de serviços em Cálculos Judiciais Trabalhistas e Cíveis, BPO Jurídico e Consultoria. Representante Institucional no Conselho Regional de Administração de São Paulo (CRA-SP). Pós graduado em Perícia Judicial pela FECAP. Graduado em Administração pela Universidade São Judas Tadeu. Especialista em Controles Internos.

Nossas soluções destinam-se para:

A advogados, contabilistas, administradores, economistas, servidores da justiça do trabalho, profissionais da área de RH, celetistas em transição de carreira e aos demais interessados em adquirir ou aprimorar conhecimentos na elaboração dos cálculos trabalhistas.

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui