Uma voz feminina calada pela Inquisição

O livro ocupa um espaço inédito na História das Mulheres no Cristianismo, com os relatos desconhecidos em grande maioria, sobre as místicas e as beguinas medievais, como Matilde de Magdeburgo, Hildegard de Bingen, Hadewijch de Brabante, Margarida Ebner, Margery Kempe e

Marguerite Porète que por ousar escrever e divulgar suas ideias. teve sua obra e ela própria queimadas pelo fogo da Inquisição. Nessa obra são descritos os hereges da época, as delações, os instrumentos de tortura, as bulas condenatórias em uma demonstração de frieza e injustiça ditas "cristãs". Uma completa negação da mensagem cristã de amor e perdão. A execução de Porète comoveu as pessoas da época e choca os leitores atuais por saber que a fé era defendida com armas tão anticristãs e que o preço por pensar diferente era pago com a própria vida.

  • Detalhes

Autor

Idioma

Português

Público alvo

Apreciadores de História, Sociologia, Psicologia e teologia, como estudantes e seminaristas.

Conheça melhor quem criou o conteúdo

Rute Salviano Almeida
2 Anos Hotmarter

Licenciada em Estudos Sociais, bacharel e mestre em Teologia, pós graduada em História do Cristianismo. Membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Prêmio Areté 2015, excelência na literatura cristã na categoria História da Igreja por Vozes femininas no protestantismo brasileiro. Escritora dos livros: Uma voz feminina na Reforma, Uma voz feminina calada pela Inquisição, Vozes femininas no início do protestantismo brasileiro, Vozes femininas no início do Cristianismo e a ser publicado (2020) Vozes femininas nos avivamentos.

Por que comprar no Hotmart Marketplace?

Até 7 dias para pedir reembolso

Pagamentos seguros

Suporte Hotmart

Acesso em todos os dispositivos

Diversas formas de pagamento

Como vou acessar?

Ao comprar, o produto fica disponível na sua conta

Você acessa seu produto através de um link que enviamos ao seu email. Você também pode acessá-lo nesta página.

Perguntas Frequentes

O conteúdo deste produto não representa a opinião da Hotmart. Se você vir informações inadequadas, denuncie aqui