Início / Blog / Quer saber como perder o medo de empreender? Confira 7 dicas para se livrar desse sentimento
Fechar

Quer saber como perder o medo de empreender? Confira 7 dicas para se livrar desse sentimento

Quer abrir um negócio próprio, mas tem medo de empreender? Leia nosso post e confira 7 estratégias para vencer esse sentimento.

Medo de empreender - ilustração de um foguete sobre fundo alaranjado com ilustrações de planetas e estrelas

Você tem medo de empreender? Então, confira dicas exclusivas que podem te ajudar a superar essa barreira e criar a sua primeira empresa!

Empreender é algo que pode gerar sentimentos conflitantes na maioria das pessoas. Apesar de ser algo que traz o sentimento de liberdade e sucesso, também há um medo constante de fracassar.

Tal dualidade, aqui, é sustentada por números que podem ser observados na vida real. De acordo com o Sebrae, em 2021, o Brasil registrou a criação de novas 3,9 milhões de micro e pequenas empresas ou microempreendedores individuais (MEIs).

Por outro lado, no mesmo ano, segundo o Ministério da Economia, tivemos o fechamento de outras 1,4 milhões de empresas.

Sim, empreender pode ser um risco. Porém, existem algumas formas de reduzir as chances dos erros acontecerem.

Para te ajudar neste processo, preparamos algumas dicas essenciais que te ajudarão a perder o medo de empreender.

Confira!

Post index MenuÍndice
Afinal, por que as pessoas sentem medo? Por que muitas pessoas têm medo de empreender? Como perder o medo de empreender e abrir um negócio próprio?
Voltar ao Índice

Afinal, por que as pessoas sentem medo?

262

Para entender o medo de empreender, precisamos falar sobre como funciona esse sentimento – muito comum em todos os aspectos da nossa vida.

Afinal, por que sentimos medo?

O medo é um tipo de reação que ocorre de forma involuntária no nosso cérebro, que pode atuar quando passamos por uma situação estressante, isto é, quando detectamos uma ameaça.

É um instinto de sobrevivência, que te deixa em alerta diante de todos os perigos da vida. Isso pode acontecer em uma tentativa de assalto, por exemplo. Ou, até mesmo, em uma simples entrevista de emprego.

Essa forte emoção pode mudar até o funcionamento do corpo, acelerando os batimentos cardíacos e mudando o ritmo da respiração.

Portanto, sentimos medo para conseguir sobreviver, para enfrentar situações difíceis e ficarmos em alerta quando um perigo se aproxima.

Quando o medo pode ser um aliado

Apesar de ser uma emoção difícil de lidar e, muitas vezes, algo traumático, o medo tem um papel importante em nossas vidas.

Quando ele é um medo paralisante, quer dizer, que nos impede de agir,  acaba se transformando em algo negativo. Porém, o medo pode gerar o efeito inverso – isto é, pode ser um combustível para a motivação.

Já em situações perigosas, ele pode fazer com que você tenha mais cautela, além de impedir que você possaagir de forma impulsiva, que poderia te levar para resultados inesperados.

Aqui,, o medo ser um importante aliado durante essa jornada, em especial quando estamos falando em empreender – que é uma decisão que pode envolver alguns riscos.

Por que muitas pessoas têm medo de empreender?

Ter medo de empreender é algo comum. Além de depender de fatores que não pode controlar, como é o caso do mercado e da economia, o Produtor precisa se aventurar e fazer coisas que não está acostumado (ou mesmo não sabe fazer). Porém, muitas pessoas podem sentir receio quando não conseguem obter os resultados esperados.

Abaixo, vamos listar os principais aspectos que podem gerar medo na hora de empreender. Confira!

Medo do desconhecido

Navegar pelo desconhecido gera medo. Porém, isso não deve te impedir de empreender. Todo empreendedor passa por isso, todos precisam exercer funções novas e que exigem mais aprendizado. 

O mercado pode saturar, a economia pode piorar, sua área pode sofrer uma mudança tecnológica considerável… tudo isso pode acontecer.

Portanto, empreender significa superar esses contratempos e, além disso, encontrar soluções que sejam mais criativas e que podem te ajudar a ultrapassarr fases complicadas.

Receio de fracassar

Todo mundo já teve medo de fracassar na vida: seja no trabalho, na vida acadêmica ou até em contextos mais pessoais. 

No caso do Produtdor, o fracasso tem um peso ainda maior, já que envolve recursos financeiros e tempo, que, muitas vezes, não podem ser recuperados.

Apesar disso, precisamos entender quais fracassos devem fazer parte da construção de uma trajetória de sucesso, uma vez que podemtrazer lições importantes.

Não se sentem aptas o suficiente

Outro medo, é não se sentir apto(a) para exercer determinadas funções. Vamos dar um exemplo. 

Um designer, por exemplo, que decide abrir uma empresa, provavelmente não é um especialista em gestão financeira, a não ser que tenha estudado para isso. 

Portanto, apesar de conhecer o mercado e entender a parte técnica da sua empresa, ele ainda precisa desenvolver habilidades diversas para começar um projeto. 

Sim, isso é um desafio! É compreensivo que um Produtor não entenda tudo sobre administração de empresas. Por isso, além de ser importante estudar, você precisa buscar pessoas que possuem um conhecimento maior sobre o assunto.

Medo de sobrecarga

Aqui, podemos mencionar outro medo presente em  Produtores iniciantes: a sobrecarga. Ainda,  pode ser difícil ter uma rotina comum de trabalho quando você assume diversas funções ao mesmo tempo. 

Neste caso, muitas pessoas podemm passar do limite, mas isso não precisa ser uma regra. 

Com o tempo e recursos necessários, é possível contratar pessoas competentes e que podem te ajudar a ter uma rotina mais tranquila e organizada.

Medo de perder dinheiro

Por fim, temos o medo mais comum: perder dinheiro. Todo Produtor corre o risco de ver seu investimento inicial acabar (e isso acontece por conta de decisões erradas).

Sempre há um risco de perder dinheiro, em especial quando um negócio está no início e que, agora, começou a ganhar forma.

Por outro lado, há como se prevenir para algumas situações, como é o caso de realizar investimentos mais seguros.

Como perder o medo de empreender e abrir um negócio próprio?

Agora, você já sabe quais são os principais receios de quem tem medo de empreender, é hora de superá-los e entender como é possível abrir um negócio próprio com mais confiança!

A seguir, confira algumas das ações que você, como Produtor, pode considerarr na hora de abrir a sua empresa.

1. Invista em autoconhecimento

Em primeiro lugar, invista em autoconhecimento para ganhar mais segurança na hora de agir.

Se você sabe quais são as habilidades que possui, quais são as forças e fraquezas, você consegue entender melhor onde deve buscar o conhecimento que te falta na hora de empreender, certo?

Logo, ter autoconhecimento será primordial na hora de buscar ajuda, já que poderá recrutar profissionais que complementarão suas habilidades.

2. Faça uma lista dos seus interesses

É precisa investir em algo que você possa ter uma maior aderência. Para isso, é só listar todos os seus principais interesses antes de começar o seu negócio.

Empreender exige planejamento estratégico e conhecimento necessário sobre o nicho escolhido, mas também paixão. Sendo assim, desconsidere investir em algo que você não gosta (ou não entende). Isso seria uma péssima ideia.

Portanto, é interessante avaliar seus principais interesses e analisar qual se encaixa melhor com a sua proposta de negócio. Desta forma, você terá a certeza de que escolheu o caminho certo.

3. Crie uma reserva financeira

Todo mundo precisa de uma reserva financeira, incluindo Produtores.

É possível evitar o receio de perder dinheiro e/ou perceber que a quantia diminuiu Para isso, construa uma reserva financeira que possa garantir que você pague todas as suas contas em dia, caso algum imprevisto ocorra.

Assim, você ganha mais liberdade e tranquilidade para investir, mas sem medo de passar por grandes dificuldades financeiras.

4. Defina metas alcançáveis

Saiba que metas são importantes! Porém, devem ser sempre reais e alcançáveis.

Evite estipular metas exageradas e ambiciosas demais para um negócio que está no início. Então, é indicado que você possa trabalhar dentro da realidade, criando metas possíveis e que podem ser realizadas a curto, médio e longo prazo.

O modelo de metas SMART, por exemplo, pode te ajudar bastante nesse processo.

5. Converse empreendedores experientes

É fundamental trocar experiências e conhecimentos com quem já está no mercado há mais tempo.

Portanto, se você tem dúvidas sobre seu primeiro negócio, busque a opinião de Produtores experientes, conhecidos ou não.

Na internet, você encontra diversos artigos, palestras, workshops e cursos de pessoas com experiência para compartilhar – que podem te ajudar durante sua jornada.

6. Invista na qualificação profissional

Estudar nunca é demais. Se você já fez sua autoavaliação e identificou suas principais fraquezas, é hora de aprimorá-las.

Para desenvolver novas habilidades, invista em sua qualificação profissional e procure por cursos e testes práticos.

Não vá atrás somente de conhecimentos técnicos, ou seja, também busque focar nas soft skills que te ajudarão a ser um líder mais eficiente.

7. Monte um plano de negócios

Toda empresa de sucesso começa com um plano de negócios coerente.

Antes de iniciar as atividades da sua empresa, é fundamental construir um planejamento financeiro coeso, com análise de mercado adequada, visão dos concorrentes, objetivos, capacidade de investimento, e outros.

Assim, você terá um guia para todos as pessoas envolvidas no seu negócio, de modo que vá maximizar as chances de sucesso.

Perca o medo de empreender e dê o primeiro passo

É preciso coragem para abrir um negócio, mas também um bom planejamento.

O medo de fracassar é normal, mas não deve paralisar suas ações. É preciso combatê-lo ese preparar para o desafio, além de encarar suas fraquezas com sinceridade e humildade para, assim, aprender.

Quer saber mais sobre o processo de abrir o primeiro negócio? Então, baixe a nossa checklist de como abrir um primeiro negócio digital!

262