Blog_Hotmart_2021_Header_Fixo_Desktop_970x75_Blue_BR
Início / Blog / Como editar vídeos no Shotcut [tutorial em vídeo]
Fechar

Como editar vídeos no Shotcut [tutorial em vídeo]

Passo a passo completo para quem quer aprender a fazer edições de vídeos sozinho utilizando o Shotcut!

Shotcut - A figura de um homem realizando uma gravação de vídeo pelo software com o fundo verde e azul

Está procurando uma maneira prática de melhorar a qualidade dos seus vídeos?

Conteúdos em vídeo são atualmente um dos formatos mais explorados no marketing digital, tanto pela alta na produção de conteúdo online, que pede por publicações mais atrativas, quanto pelas mudanças nos canais digitais, que favorecem cada vez mais o audiovisual.

Para conquistar a atenção em meio a tantas informações na internet, é preciso apostar em vídeos bem produzidos, através de edições que valorizem o material criado.

Atualmente existem ótimos softwares de edição gratuitos e fáceis de usar, como o Shotcut, ferramenta que vamos apresentar ao longo deste artigo!

O que é o Shotcut?

O Shotcut é um software de edição de vídeos gratuito e open source disponível para diversas plataformas, como macOS, Windows, Linux e FreeBSD.

Por que usar o Shotcut para editar vídeos?

Além de ser um ótimo editor de vídeos gratuito, o Shotcut possui facilidades e vantagens, como não sobrepor marca d’água nos vídeos (algo comum em alguns editores que são free), ser disponível para diversos sistemas operacionais, ser leve e ser prático para quem ainda não possui habilidade para edição ou procura algo mais simples para o dia a dia.

Além disso, o vídeo marketing é uma excelente estratégia para divulgar produtos e serviços e impulsionar resultados em estratégias digitais, mas para que um vídeo tenha bons resultados, é preciso investir em boas edições. 

Você conseguirá editar seus conteúdos para suas redes sociais, para o lançamento de um curso ou para divulgar o seu negócio sem precisar gastar com um programa inicialmente! 

Como usar o Shotcut para editar vídeos?

1. Como baixar e instalar o Shoctut?

Acesse o site shotcut.org e, logo na primeira página, clique em “Click to download”.

Você será direcionado para uma página com as opções de sistemas operacionais aceitos pelo programa. Escolha o sistema do seu computador e clique no site desejado para baixar o arquivo (FossHub ou GitHub).

O download será concluído e você poderá clicar no arquivo para começar a instalação. Escolha a pasta de destino para o Shotcut e siga o processo até que esteja completamente finalizado.

E pronto! Agora você já pode usar o Shotcut!

2. Conhecendo a interface do Shotcut

Basicamente, o programa é dividido em 4 áreas em sua interface. Abaixo você saberá um pouco sobre cada uma delas:

  1. Linha do Tempo: aqui fica toda a extensão do vídeo, onde é possível cortar, apagar, mudar a ordem e visualizar o conteúdo através de thumbnails.
  2. Barra de ferramentas: como o nome já diz, essa aba traz um mix de ferramentas essenciais para a execução do projeto. É um menu com algumas funções, como abrir arquivos, salvar o projeto, alterar a exibição da interface, etc.
  3. Abas de Ficheiros: para adicionar, editar ou ajustar filtros e listas de reprodução.
  4. Player de vídeo: quadro para reproduzir seu projeto e observar o que precisa de ajustes nos vídeos e edições.

Obs: a área de trabalho do Shotcut pode ser configurada de acordo com a sua preferência, ganhando uma estrutura personalizada.

3. Iniciar um projeto

Antes de começar a edição, será necessário iniciar um projeto.

Ao lado do player de vídeo, você fará as primeiras configurações do seu projeto: escolher uma pasta de destino, dar um nome para o arquivo e escolher o modo de qualidade do vídeo. Tudo certo? Então clique em “Iniciar”!

Quando quiser abrir um projeto já existente, aparecerá em “Projetos recentes” suas últimas edições no programa. Selecione se quiser continuar de onde parou.

4. Inserir um arquivo na lista de reprodução

Para adicionar um vídeo na lista de reprodução é bem simples!

Primeiramente, você precisa gravar os vídeos que serão usados e depois carregá-los em seu computador.

Na barra de ferramentas, clique no primeiro botão escrito “abrir arquivo” e escolha o arquivo que você irá editar.

Em seguida o vídeo irá direto para o player de vídeo. Para incluir na lista de reprodução, clique no ícone de “+” abaixo da aba de ficheiros.

Você poderá colocar todas as mídias que você deseja incluir no projeto nessa etapa, para em seguida levá-las para a linha do tempo.

5. Abrir arquivos na linha do tempo

Com os arquivos na lista de reprodução, arraste-os até a linha do tempo, ou então aperte a tecla “V” para levar o vídeo de uma área para outra.

Na linha do tempo você poderá fazer as edições, unir materiais e acompanhar cada transformação do seu projeto. É aqui que a mágica acontece!

6. Realizar cortes em vídeos

Para fazer cortes no vídeo, com o arquivo já na linha do tempo, posicione a “agulha” no local onde deseja cortar.

Para finalizar o corte, existem duas formas: apertando a tecla “S”, ou clicando no botão em cima da linha que efetua esse comando.

Com o corte é possível manter as duas partes do vídeo e incluir um outro arquivo no meio, excluir uma das partes ou remover um trecho no centro. Para isso, você precisa fazer mais de um corte e deletar os pedaços desejados.

7. Inserir filtros

Os filtros melhoram a qualidade do vídeo, uma vez que trazem transições, textos e toques que deixam o projeto mais profissional, conquistando a atenção dos usuários.

Para incluir um filtro, selecione a faixa de vídeo, clique em “filtros” acima da barra de ferramentas da linha do tempo e depois no sinal de “+”. São várias opções como alterar brilho, contraste, aumentar ou diminuir vídeo, incluir textos e efeitos sonoros

Para incluir transições, coloque a agulha da linha do tempo no local em que o vídeo foi cortado. Para escolher o tipo de transição, vá em “propriedades” na barra de ferramentas e clique em “vídeo”. Aparecerá na tela uma janela com as opções disponíveis para uso.

8. Inserir trilha sonora

A música, além de deixar o projeto mais profissional, também auxilia na dinâmica do vídeo.

No Shotcut, você pode inserir uma trilha sonora clicando no menu de ações e selecionando a opção “Abrir uma nova faixa de áudio”. Será criada uma nova faixa na linha do tempo para incluir músicas e materiais em áudio.

Selecione no menu “abrir arquivo” e escolha a trilha que será usada no projeto. Assim como os vídeos, os áudios também irão para a lista de reprodução e você precisará arrastá-los até a linha do tempo.

É importante que a escolha seja sempre por uma música sem direitos autorais para não ter problemas na reprodução do conteúdo.

9. Renderizar e exportar o vídeo

Com o vídeo finalizado é chegada a hora de renderizar e exportar seu projeto!

Nas ferramentas, selecione a opção “exportar”. Aparecerão várias opções de formatos para o vídeo; escolha aquela mais adequada com o objetivo do projeto. A predefinição “YouTube” é uma sugestão, pois atende bem muitos canais online.

Depois clique em “exportar arquivo”, escolha a pasta de destino e pronto! Seu vídeo estará pronto para uso.

6 dicas de edição de vídeo

Fazer um bom vídeo não é algo tão complicado como a maioria das pessoas pensa. Mas, assim como qualquer tarefa, criar um conteúdo audiovisual requer alguns cuidados para que seu material fique profissional e convidativo.

Antes de gravar, por exemplo, é importante escolher e separar os instrumentos que serão utilizados, estudar bastante o assunto e elaborar um roteiro.

Já durante a gravação, é essencial falar pausadamente, com o tom de voz adequado e a linguagem certa para o público que você pretende alcançar.

Mas se engana quem pensa que o trabalho acaba logo após o fim da gravação. É nesse momento que começa uma etapa essencial para o sucesso dos vídeos: a edição.

Veja como se preparar para não ter problemas com a pós-produção de um vídeo:

1. Tenha uma boa máquina

Ao terminar de gravar seus vídeos, você precisará descarregá-los em um computador, o que pode ser feito com um cabo USB ou cartão de memória.

Para que essa etapa seja simples e rápida, é necessário que o computador tenha boa memória e um bom processador.

Assim, ele será capaz de armazenar todo seu material e as ferramentas necessárias para a edição, além de permitir que você faça todos os ajustes em seu conteúdo sem correr o risco de perder algo ou gastar muito tempo para carregar.

Ter uma câmera de qualidade também é importante para que a imagem fique nítida e seja gravada no formato e tamanho ideais.

2. Baixe um bom programa de edição

Existem várias ferramentas de edição de vídeos disponíveis na internet.

Algumas opções são pagas e oferecem recursos mais avançados, mas há também ótimos programas gratuitos para quem não pode ou não quer investir financeiramente nisso.

Uma dessas ferramentas gratuitas é o Shotcut, que é simples e de uso praticamente intuitivo. Vamos falar sobre ele mais para frente neste texto e mostraremos como você pode usá-lo para editar seus vídeos.

3. Escolha um lugar adequado para editar

Na hora da edição, é preciso observar os detalhes com calma e cuidado, para que nada passe despercebido e comprometa a qualidade de seu material.

Para não perder a concentração, escolha um local preferencialmente silencioso, que permita que você foque somente naquilo que está fazendo.

Se em sua casa não for possível encontrar um lugar adequado, você pode recorrer a espaços de coworking, que funcionam como um escritório compartilhado e são ótimas opções para freelancers e empreendedores.

4. Tenha um bom fone de ouvido

Outro ponto fundamental é a atenção ao áudio de seu conteúdo. Você precisa escutar bem tudo o que foi gravado para saber o que precisa ser editado.

Claro que as interferências podem ser minimizadas com o uso de um microfone de qualidade, mas investir também em um bom fone de ouvido já ajuda a captar melhor todos os sons durante a etapa de edição.

Com um fone de qualidade, você consegue identificar ruídos e distorções que podem atrapalhar a experiência dos usuários.

5. Selecione trilhas sonoras para o vídeo

Um recurso interessante para quem quer deixar o vídeo mais dinâmico é o uso de trilhas sonoras.

Elas podem ser usadas no vídeo todo ou somente em algumas partes, dependendo do tipo de conteúdo que você publicará e de seu objetivo.

Uma música de fundo pode deixar o vídeo mais agradável ou servir para contextualizar algo para os usuários e tornar o material mais fluido.

Um vídeo com a resenha de um filme, por exemplo, pode ser enriquecido com a trilha sonora do próprio filme de fundo, assim como um tutorial pode ficar mais gostoso de assistir se tiver uma música instrumental para acompanhar.

Entretanto, tenha cuidado com o volume!

A ideia é complementar o vídeo sem tirar o foco das informações relevantes que você tem para compartilhar. Por isso, fique atento na hora de acrescentar a trilha sonora em seus vídeos.

6. Grave com uma boa iluminação e contraste

É importante saber como editar vídeos para conseguir ajustar a imagem e corrigir falhas. Contudo, mais importante do que saber editar, é evitar ao máximo que esse tipo de ajuste seja necessário.

Para não ter trabalho dobrado na hora da edição, escolha bem o ambiente de gravação, dando preferência para locais claros, com uma boa luz e que não gere sombras no foco de sua gravação.

Fazer seus vídeos em um ambiente com boa iluminação e com contraste adequado ajuda a passar uma imagem profissional para o público e ainda reduz bastante o tempo gasto com a edição.

Como usar o Shotcut

Agora que você já viu algumas regras básicas que ajudarão a deixar sua edição de vídeos mais fácil, vamos para a parte que é uma grande dúvida para quem cria conteúdo nesse formato: saber como editar vídeos com um programa de edição.

Uma de nossas dicas de edição de vídeos para iniciantes foi usar o Shotcut, um editor de vídeos gratuito que pode ser utilizado em Windows, Linux ou Mac.

Acompanhe, a seguir, nosso tutorial em vídeo completo que explica detalhadamente como editar vídeos usando o Shotcut:

Conhecendo a interface do Shotcut

Após assistir nosso tutorial que ensina como editar vídeos, pode ser que você ainda tenha algumas dúvidas sobre as principais ferramentas utilizadas no Shotcut.

Então, para que você entenda ainda mais sobre esse assunto, vamos apresentar detalhadamente cada um dos itens do menu que você vai usar com mais frequência.

Antes de mais nada, saiba que o editor pode ser usado em vários idiomas, e você pode optar pelo que achar melhor. Para isso, basta ir em Configurações > Idioma e selecionar a língua desejada.

Para ficar mais didático, vamos usar exemplos em inglês, pois os nomes dos recursos fazem mais sentido nesta versão, mas, como dissemos, você pode usar a versão em português tranquilamente.

A interface do programa também pode ser personalizada conforme suas necessidades.

Existem vários recursos que você pode selecionar para que eles apareçam como painéis na interface, facilitando o uso da ferramenta. Todos podem ser localizados na aba View do menu superior.

Após selecionar os recursos que você utilizará, basta importar seu vídeo para o Shotcut para começar a edição.

Algumas das opções mais importantes são:

Timeline

Aqui, você consegue mexer nos takes de seu vídeo.

Dá para alterar a ordem, caso você ache necessário, para deixar o conteúdo mais coerente e sequencial, ou até mesmo apagar partes que não ficaram legais.

Se você tiver gravado algumas partes com erros, pausas muito longas, barulhos externos muito altos ou algo do tipo, conseguirá deletá-las facilmente com a ferramenta de corte do Shotcut.

Playlist

Lembra que falamos como a trilha sonora pode complementar seu material?

Se você decidir usar alguma em seus vídeos, essa é a ferramenta que você utilizará para adicioná-la ao programa.

Basta importar a trilha sonora escolhida direto de seu computador para o Shotcut, editar como você achar melhor e acrescentar aos takes correspondentes.

Filters

Nessa parte, você encontra os filtros disponíveis para usar em seus vídeos.

Aqui é possível adicionar textos e personalizá-los com tamanhos, fontes e cores variadas.

Você pode usar esse recurso para colocar alguma informação ou o título do conteúdo, por exemplo.

Você também pode alterar a cor, o brilho ou o contraste do vídeo para deixar a imagem mais nítida e chamativa.

Mas nada de exagerar!

O assunto de seu vídeo é o mais importante e, se você carregar nos efeitos, pode acabar distraindo seu público.

Comece a editar seus vídeos

Assim como qualquer tarefa, aprender como editar vídeos não é algo que você fará da melhor maneira possível da noite para o dia. Porém, com prática, você perceberá que conseguirá editar seus conteúdos com mais facilidade e, aos poucos, perceberá o que funciona melhor para você e, principalmente, para seu público.

Sempre que precisar, volte ao nosso tutorial em vídeo, que estará sempre disponível para que você possa assisti-lo e seguir os passos enquanto edita seus próprios vídeos.

Agora que você já sabe como editar vídeos, precisa definir as ferramentas e recursos que serão necessários para deixar seu conteúdo do jeito que você precisa.

Neste texto, focamos no Shotcut por ser um software gratuito e simples, mas existem outras opções que também podem servir para você.

Se você quer experimentar outras ferramentas de edição, não deixe de conferir nosso post com 15 programas de edição de vídeos.