Início / Blog / Humanização de marca: por que é importante e como fazer
Fechar

Humanização de marca: por que é importante e como fazer

A humanização de marca é essencial para quem deseja criar laços e fidelizar o público. Entenda o que é preciso para ser humanizado.

Humanização de marca - ilustração da tela de um smartphone na posição vertical com o rosto de robô em destaque sobre ela

Os empreendimentos que buscam otimizar resultados, aumentar as vendas e construir uma boa relação com seus clientes devem, sem sombra de dúvidas, investir na humanização de marca. Você já ouviu falar?

O termo é uma das muitas estratégias de negócios para se aproximar do consumidor, gerando conexão por meio da empatia e da ética. Aqui, cria-se o entendimento das necessidades, sentimentos e motivações dos usuários.

Como consequência, o engajamento é otimizado, assim como a popularização da marca. Isso porque hoje os usuários não gostam de interagir com negócios nos quais o serviço é robótico, frio e impessoal. Mesmo assim, existem vários empreendimentos com relação de compra e venda apenas.

Por isso, para se diferenciar na multidão é preciso apostar nessa estratégia, mas isso só será possível quando você entender o conceito mais a fundo e como fazê-lo. Confira o texto a seguir e fique por dentro!

O que é uma marca humanizada?

Uma marca humanizada é aquela que busca humanizar seus processos para estabelecer conexões com seus clientes, fornecedores e sociedade. Ou seja, ela é socialmente responsável e anseia por um mundo mais igualitário e inclusivo.

A humanização de marca surgiu a partir do reflexo do desejo dos consumidores de terem uma boa experiência em todo o processo de compra; as pessoas querem sempre mais que o básico de um empreendimento.

Por isso, as marcas adeptas à estratégia saem do básico e não só se mostram humanizadas, como também procuram agir de modo humanista, centrado em pessoas e em cultura organizacional.

Ou seja, não adianta somente se comunicar de forma bonita e humanizada, é preciso adequar a estrutura do negócio às necessidades dos usuários durante todas as etapas do funil de vendas.

Por que a humanização de marca é importante? 

Para entender a importância do termo, devemos entender como essa história surgiu. Já adiantamos: foi graças à internet, em grande parte. Isso porque hoje, no meio digital, os usuários têm um papel mais ativo no processo de comercialização de produtos e serviços.

E em segundos eles podem conhecer várias opções de negócios para satisfazer suas necessidades e solucionar problemas. Isso faz com que preço e qualidade não sejam os aspectos mais importantes de um produto.

Agora, o comportamento do consumidor mudou: ele prefere marcas comprometidas com sua preocupação. É preciso ter empatia e realizar uma comunicação mais próxima da realidade das pessoas, além do suporte constante e personalizado.

Então, uma marca humanizada é mais valorizada pelo usuário — por isso é importante se adequar a essa estratégia.

Inclusive, existem características comuns a essas marcas, sabia?

Quais são as características de uma marca humanizada?

A humanização de marca possui atributos relacionados à satisfação dos usuários, tais como a acessibilidade, responsabilidade social, comunicação natural e preocupação com o consumidor.

Vamos entender um pouco mais sobre cada característica?

Acessibilidade

Uma marca humanizada possui acessibilidade. Isto torna muito mais simples o processo de interagir e compartilhar preocupações, necessidades e descontentamentos. Deixa-se de lado a burocracia para mostrar-se atenciosa e afetiva durante todas as etapas do funil de vendas, inclusive depois que a venda já foi realizada.

Adicionalmente, quem é acessível responde prontamente e com satisfação às colocações dos usuários, algo que agiliza o intervalo entre o problema e a sua solução sem deixar espaço para reclamações.

Para ser acessível é preciso estar online nos canais digitais que possuem maneiras de interagir, como o Twitter, e-mail e outros serviços de mensagens instantâneas.

Responsabilidade social

A responsabilidade social é caracterizada pelo compromisso diante dos funcionários, consumidores e sociedade — assumido pelo negócio — com o objetivo de causar um impacto positivo ao seu redor.

Além de possuir colaboradores que desejam ter um propósito maior no trabalho, atrai e fideliza consumidores que querem fazer parte de algo fidedigno.

Com isso, a marca se torna valorizada e a percepção sobre a imagem do negócio muda, de acordo com as ações sociais realizadas. Por exemplo, há empreendimentos que se preocupam em operar sem afetar o meio ambiente e garantir condições de trabalho ideais para seus empregados.

Comunicação natural

Outra característica comum é a comunicação constante e educativa com o público. Com isso, a marca passa a se tornar referência no assunto, além de transmitir proximidade e transparência.

Contudo, a linha é tênue — uma marca não deve ser invasiva nem utilizar métodos muito persuasivos para simplesmente vender. É preciso investir em conteúdos educacionais para informar e agregar valor ao cliente.

Preocupação com o consumidor

Um empreendimento humanizado vai além de suas estratégias de vendas; há também a preocupação com o consumidor. Leva-se em consideração o seus problemas e necessidades, além de englobar os outros aspectos citados anteriormente.

5 dicas para humanizar o seu negócio

Humanizar uma marca deve ser um plano completo no processo de branding, pois demanda diferentes ações. Além disso, não existe apenas uma forma de implementar o marketing humanizado no negócio.

Ainda assim, há pilares que auxiliam nesse processo de mudança de cultura organizacional, quer ver?

1. Invista em storytelling

262

A narrativa com palavras e recursos visuais, mais conhecida como storytelling, é uma boa forma de humanizar uma marca. É possível gravar vídeos dos bastidores e o dia a dia dos colaboradores contando a história do empreendimento, por exemplo.

Produzir materiais como esses faz com que o usuário se sinta parte do negócio e isso aproxima cada vez mais pessoas. Por isso, não se esqueça: contar histórias também é uma forma de humanizar a marca.

2. Dê uma cara para a sua empresa

Para que as pessoas saibam que o negócio é feito por pessoas — e não robôs — que tal dar uma cara para a sua marca? Apresente algum colaborador para passar a representar a marca para o público.

Inclusive, pode ser alguém do setor de marketing ou o próprio empreendedor, caso seja um pequeno negócio ou negócio individual. Isso ajuda a aumentar a empatia e a identificação dos consumidores.

3. Mostre o lado divertido do seu negócio (mas com cuidado)

Que rir faz bem à saúde, isso todo mundo sabe. Além disso, a risada permite gerar laços e estreitar as relações. Por isso, toda marca que deseja se humanizar pode mostrar o seu lado engraçado, desde que não seja vulgar ou ofensivo.

Graças à internet — novamente — é possível gerar humor de maneira simples, compartilhando memes, por exemplo. As redes sociais oferecem inúmeras possibilidades de gerar humor, basta se posicionar de maneira criativa, mas mantendo o respeito.

Uma dica: não é necessário contratar comediantes para aflorar o lado engraçado do empreendimento, basta estar atualizado com eventos, memes e situações midiáticas.

4. Aposte em estratégias de marketing menos invasivas 

Anteriormente, falamos sobre a comunicação leve e menos invasiva, lembra? Isso deve fazer parte da estratégia de marketing de quem quer ser humanizado. Por isso, concentre-se em não parecer que a sua marca busca vendas acima de qualquer coisa.

Aposte em estratégias de Inbound Marketing e marketing de conteúdo, pois essas práticas não buscam gerar vendas ou resultados imediatos. O objetivo delas é construir relações sólidas com os usuários para sanar suas dores e resolver seus problemas por meio de conteúdo educativo e transparente para promover uma boa experiência.

5. Construa uma identidade para a sua marca

Um dos caminhos para a humanização é construir uma identidade única, se diferenciando de qualquer outra marca.

Para isso, comece definindo um estilo próprio de se posicionar, tom de voz, as temáticas que podem ser abordadas nos conteúdos, os elementos visuais, a logo e outros.

Dessa forma, o seu negócio poderá ser reconhecido facilmente, o que ajuda a se fixar na mente do público como uma referência que pode ser acionada para obter informações em diferentes situações.

Preparado para humanizar o seu negócio?

Se você chegou até aqui, deve estar interessado em ter uma marca humanizada, certo? Bom, atualmente, a humanização de marca torna-se um fator essencial para se destacar na internet e aumentar a identificação com o público. Portanto, invista nas dicas citadas ao longo do texto.

Lembra que mencionamos a identidade de marca há alguns parágrafos? Para defini-la de maneira forte e diferenciada, é preciso construir um Manual de Marca, sabia? Quer saber como? Leia o nosso post sobre o assunto e fique por dentro.