enviar GIF

Produção de conteúdo

Guia de GIFs animados em email marketing: como usá-los do jeito certo

É possível enviar GIF por e-mail, mas tem que ser do jeito certo! Aprenda como usar esse recurso em sua estratégia de e-mail marketing.

Hotmart

17/04/2023 | Por Hotmart

Quer enviar GIF em seus e-mails, mas tem medo que isso atrapalhe a performance?

Se você é do time que prefere ser mais cauteloso e evitar esse formato de imagem animada, olha só o que aconteceu com a Dell alguns anos atrás:

A companhia desenvolveu um Ultrabook conversível. Uma coisa extremamente nova na época. Um conceito que ninguém conhecia.

E logo eles perceberam que colocar uma simples imagem estática no email de lançamento do produto não iria dar conta do recado e comunicar o poder dessa novidade.

O que eles fizeram?

“Arriscaram” e colocaram um GIF no email.

Entre aspas, porque para o seu negócio isso pode não parecer um risco. Mas, para a Dell, uma marca grande e mais conservadora, era a primeira vez que eles faziam algo do tipo.

E o resultado foi para lá de razoável.

A campanha provocou um aumento de:

É claro que não é uma regra adicionar GIF nas suas campanhas e ter esse mesmo tipo de resultado.

Aliás, dependendo de como for feito pode provocar um efeito inverso e prejudicar as suas taxas.

Por isso, neste guia, você vai ver quais são os prós e os contras de usar GIF no email marketing e o como fazer para aproveitar o melhor que esse recurso tem a oferecer para o seu negócio.

 

Banner versão desktop

O que é um GIF?

O GIF (Graphics Interchange Format) é um formato de imagem animada desenvolvido na década de 1980 pela CompuServe e usado com diversas finalidades.

Por exemplo, trechos de filmes e séries são convertidos em GIFs e utilizados para criar humor ou expressar uma reação em certas situações.

via GIPHY

 

O formato também se encaixa bem em contextos mais sérios ou profissionais, como na demonstração de um produto, apresentação de resultados ou infográficos.

enviar GIF

Tudo depende de como é feito e o sentido que se quer passar.

O fato é que, pela facilidade de compartilhamento e por ser um formato reconhecido tanto em computadores quanto em dispositivos móveis, o GIF é um tipo de imagem bem popular em contextos informais e também no marketing digital.

Mas isso não quer dizer que é sempre uma boa ideia usar esse formato nas suas campanhas.

Prós e contras de enviar GIF no email marketing

Como deu para perceber no estudo de caso da Dell, existem muitas vantagens em enviar GIF em suas campanhas de email marketing.

Os pontos a favor são:

  • Você pode mostrar como um produto, funcionalidade ou serviço funciona sem depender de longas descrições complexas.

enviar GIF

  • É um substituto perfeito para vídeos (a maioria dos serviços não suportam a incorporação e execução de vídeo direto do corpo do email).
  • Dá um toque de personalidade e humor ao email, que é difícil alcançar apenas com texto.
  • O movimento chama a atenção do leitor de uma forma mais poderosa do que imagens estáticas.
  • E como o caso da Dell prova, podem aumentar a taxa de cliques, engajamento e o faturamento da sua campanha.

Mas esse recurso não é o pote de ouro no final do arco íris do email marketing.

Ele contém algumas desvantagens e é importante levá-las em consideração antes de sair correndo para adicionar um GIF na sua próxima campanha.

  • Algum provedores de email não suportam GIFs.
  • GIFs assim como outras imagens não são acessíveis para usuários que dependem de leitores de tela e pode oferecer alguns riscos para pessoas que sofrem com epilepsia (caso tenham movimentos de tela muito rápidos e cores chamativas).
  • Podem irritar ou distrair alguns dos seus leitores se o uso não for bem planejado.
  • Podem afetar o carregamento do email caso não sejam otimizados para esse meio de comunicação .

Esses pontos contra não são impeditivos para que você utilize GIFs nas suas campanhas de email marketing. 

Mas é importante conhecê-los para que você saiba como evitá-los ou diminuir seus efeitos.

Onde conseguir GIFs para usar nos seus emails?

Atualmente existem sites bem populares que são verdadeiras bibliotecas de GIFs, nos quais você pode pesquisar por palavras-chaves, categorias e descobrir o que é tendência no momento.

O mais conhecido é o GIPHY, mas existem outras opções como: Tenor, Imgur e Reddit. 

Um ponto importante é que, independentemente de qual site você utilize para encontrar o GIF perfeito para os seus emails, você não deve deixar de dar crédito à fonte de onde o conteúdo foi retirado.

Agora, se você quer algo bem específico e está difícil encontrar na internet ou quer que o GIF tenha a cara da sua marca, você pode criar um.

Veja como é simples…

Como criar seus próprios GIFs

Atualmente, existem ferramentas gratuitas que possibilitam criar GIFs a partir de imagens ou vídeos em questão de minutos.

Basta você selecionar o material que quer transformar em GIF, personalizar utilizando os próprios recursos da ferramenta escolhida (algumas oferecem caixas de texto, alguns adereços, filtros e até fazer desenhos) e salvar o arquivo finalizado.

Como enviar GIF por email

Campanha planejada ✔

Email escrito e revisado ✔

GIF escolhido ✔

Agora, antes de clicar no botão enviar, tem algumas recomendações para que você aproveite o máximo do que esse formato pode oferecer e evite alguns problemas.

1. Use GIFs com um propósito

O GIF adiciona algum valor ou informação ao seu email? Ter ou não o GIF faz diferença na mensagem? Ou você está colocando uma imagem animada só por colocar?

Ter ou não um propósito é o que vai fazer a diferença entre esse recurso ser percebido como irritante e desnecessário pelo seu público ou algo que é atrativo e causa engajamento.

2. Escolha imagens que sejam relevantes para a sua audiência

Não preciso nem falar que no email marketing o sucesso ou um fracasso de um conteúdo depende muito do alinhamento com a audiência.

Por exemplo, um GIF que é tendência entre os mais novos, mas com uma temática completamente desconhecida pelos mais velhos provavelmente não vai gerar engajamento se o seu público tem mais de 30 ou 40 anos.

Na escolha do GIF, é importante se questionar se a sua audiência vai compreender aquele conteúdo com facilidade ou não.

E o mesmo vale para o tom do GIF. Algo mais engraçadinho pode aborrecer um público mais sério ou conservador.

3. Use os GIFs com moderação

Esse é o tipo de recurso que se você usar em todos os emails ou muitos em um mesmo email vai gerar uma certa fadiga e ele vai perder o efeito.

Use com moderação e sempre com um objetivo definido. 

4. Não use GIFs muito rápidos ou muito coloridos

Um dos pontos desfavoráveis ao uso de GIFs é que eles podem causar desconforto intenso e até serem perigosos para pessoas com epilepsia.

Uma forma de reduzir esse risco é evitar imagens com transições muito rápidas ou com muitas cores chamativas.

Opte por animações que se movem mais devagar e com cores predominantemente neutras. Isso não só vai tornar a experiência melhor para usuários que de outra forma teriam problemas, como para o seu público no geral.

5. Use seu GIF como CTA

Os GIFs podem ser usados não só como uma forma de complementar a sua mensagem, mas também como um recurso que vai convidar o usuário a tomar uma ação.

6. Otimize seus GIFs para email marketing e dispositivos móveis

Para que o GIF seja adequado para utilizar numa campanha de email marketing, é necessário levar alguns pontos em consideração:

Não use arquivos com mais de 1MB. Se a imagem for muito pesada, utilize um compressor ou escolha uma opção mais leve. 

Arquivos muito grandes afetam o tempo de carregamento do email (a experiência não é legal para o destinatário) e consomem mais dados do plano de internet de usuários mobile.

E escolha opções com informações amplamente visíveis e poucos detalhes. 

Uma vez que o tamanho da tela onde o usuário vai ler a sua mensagem pode variar desde um monitor de computador a telas pequenas de smartphone, você precisa garantir que o GIF é facilmente compreensível em qualquer um desses dispositivos.

7. Faça testes com sua audiência

Lembra do exemplo da Dell?

Não é porque o GIF funcionou muito bem nesse caso que o mesmo tipo de resultado irá se repetir no seu negócio.

Para avaliar se vale a pena investir na criação de mais GIFs, você deve fazer testes com a sua audiência e medir o impacto desse tipo de imagem.

Uma opção, por exemplo, é selecionar parte da sua lista, dividi-la em duas de forma aleatória e para um grupo enviar o email com GIF e para o outro a mesma mensagem só que sem a imagem.

Esse tipo de teste conhecido como teste A/B permite que você meça o impacto de um elemento para tomar decisões estratégicas de forma assertiva.

8. Pré-visualize o email antes de enviar

Por último, antes de finalmente clicar no botão de enviar ou agendar a campanha, não deixe de pré-visualizar o email em diferentes dispositivos.

Esse passo é importante para garantir que o GIF é legível em smartphones, está rodando corretamente, e que você vai proporcionar uma boa experiência para o seu público.

Quais serviços de email suportam GIFs?

Isso podia ser um problema alguns anos atrás, mas hoje praticamente todos os serviços de email desktop, web e mobile suportam o uso de GIFs.

Na prática, isso significa que o público da sua campanha conseguirá visualizar corretamente esse recurso quando for utilizado.

O único serviço que pode ser um pouco problemático é o Microsoft Outlook 2007, 2010 e 2013 (a versão para desktop, não o Outlook.com), que ao invés de mostrar o GIF animado, ele apresenta só o primeiro quadro (ou seja, a primeira imagem).

Por conta disso, uma boa prática é escolher GIFs que desde o início já tragam algo relevante para não prejudicar aqueles que usam as versões mais antigas do Outlook.

Veredito: enviar ou não enviar GIF no email marketing?

Depois de tudo o que você viu até aqui, uma coisa está clara: os GIFs podem ser um recurso poderoso para turbinar suas campanhas de email marketing.

Mas isso não significa que você deve sair colocando um em cada email. O uso desse tipo de imagem pede um pouco de cautela.

Se você decidiu usar GIFs, lembre-se de utilizá-los com um propósito definido, escolher imagens otimizadas e alinhadas com a sua audiência e sempre pré-visualizar antes de enviar.

Banner versão desktop