Início / Blog / Paulo Cuenca: sobre criatividade, questionar e quebrar as regras de mercado
Fechar

Paulo Cuenca: sobre criatividade, questionar e quebrar as regras de mercado

Fique por dentro de tudo o que o CEO da The Brain, Paulo Cuenca, compartilhou com o público durante o FIRE Festival 22!

Paulo Cuenca

Fique por dentro de tudo o que o CEO da The Brain, Paulo Cuenca, compartilhou com o público durante o FIRE Festival 22!

Você conhece Paulo Cuenca? Ele foi mais um dos convidados ilustres do FIRE Festival 22 e participou do evento abordando temas muito instigantes e de um jeito bastante criativo — a começar pela sua entrada inusitada no palco.

Paulo chegou carregando um vaso sanitário, o posicionou em frente à plateia, se sentou com um celular na mão e perguntou: “quem aqui curte dar uma olhadinha nas redes sociais enquanto está no vaso?”. Após provocar risos no público, o palestrante afirmou que cerca de 90% das pessoas consomem conteúdo durante esse momento de intimidade.

Continue a leitura e veja tudo o que o CEO da The Brain compartilhou com a plateia durante esse dia para lá de especial!

Post index MenuÍndice
Quem é Paulo Cuenca? Por que as pessoas seguem regras? O que é a criatividade? Como as regras minam a criatividade? Qual é o limite de quebrar regras?
Voltar ao Índice
262

Quem é Paulo Cuenca?

Ele é uma autoridade no Brasil quando o assunto é produção de conteúdo com foco em resultados. É CEO da The Brain e, atualmente, dá aula para mais de 14 mil alunos.

O seu trabalho é uma prova de como a construção de uma comunidade forte e a produção de conteúdos consistentes ajudam no aumento das vendas de um negócio. Ele produz conteúdo há 11 anos e gosta de questionar e quebrar as regras do mercado.

Além disso, Paulo tem como missão ajudar as marcas a usar o marketing digital para aumentar o faturamento e fazer das vendas uma consequência de boas relações.

Por que as pessoas seguem regras?

Na palestra, Paulo Cuenca afirma que a maior parte das pessoas não se consideram criativas. Isso porque elas costumam seguir um determinado padrão de regras para alcançar os resultados esperados com as suas ações.

Porém, o palestrante fala que o problema não é apenas conhecer um determinado conjunto de regras, mas sim aquelas consideradas erradas ou inadequadas para determinado nicho de mercado.

Segundo Paulo Cuenca:

“O grande problema não é conhecer as regras. É conhecer as regras erradas. É conhecer as regras que o seu mercado fala que são as regras importantes que você tem que seguir para ficar dentro de um padrão. E daí o que você faz da sua vida não é nada de muito diferente. São pequenos ajustes, pequenas interrupções no que você está fazendo, de 10% a 20%, porque já há regras no seu mercado em que você não pode mexer tanto”.

Paulo vê isso como um problema e instiga a plateia a conhecer novos padrões. Ele fala que as pessoas não precisam parar de seguir regras, mas que é importante conhecer outras coisas além daquilo que já está posto no mercado. Para isso, é importante ter criatividade.

 

O que é a criatividade?

Paulo Cuenca fala que a criatividade é a capacidade que uma pessoa tem de resolver coisas que nunca ninguém resolveu, mas de uma forma diferente. É você se aproveitar de áreas que estão tendo soluções que a sua área não está tendo. É você entender regras de outros mercados e ver como realizar a adaptação para o seu segmento de atuação.

Em geral, as pessoas estão presas a um determinado conjunto de regras e, por isso, acabam limitando o potencial de expansão do seu negócio. Isso porque elas têm o receio de pensar fora da caixa e de adotar algumas ações que podem ser malvistas pelo mercado.

Porém, quem tem medo de ousar tem uma capacidade de crescimento limitada, e essa barreira deve ser transposta para que os bons frutos apareçam. E é isso que a experiência de Paulo Cuenca demonstra: que as pessoas bem-sucedidas não têm medo de ousar, pelo contrário, elas têm esse comportamento como balizador das suas ações.

Como as regras minam a criatividade?

Em sua exposição, Paulo Cuenca afirma que a existência de regras impede o desenvolvimento de qualquer ideia inovadora, dando pouco espaço para a criatividade.

Por isso, o CEO da The Brain incentiva as pessoas a ousar. Ele fala que uma das maneiras de conseguir ter a criatividade valorizada é por meio da quebra de padrões.

Porém, para que isso seja possível, as pessoas devem ter domínio das regras do seu mercado e conhecer outros segmentos de atuação, a fim de conseguir fazer essa transferência para a sua realidade.

Além disso, Paulo Cuenca instiga as pessoas a refletirem sobre o quanto estão presas às regras e dispostas a deixá-las de lado para alcançar melhores resultados.

Nesse contexto, ele enfatiza mais uma vez a importância de não ter medo de ousar. Afinal, o impacto de fazer algo que o mercado não faz traz autoridade, o reforço de uma imagem que se quer passar e respeitabilidade.

Qual é o limite de quebrar regras?

De acordo com Paulo Cuenca, o limite para quebrar regras sem perder o respeito das pessoas é ter um equilíbrio entre o amor e o ódio despertado no público. Afinal, não adianta você ousar de tal maneira que a sua ideia revolte a população e prejudique a imagem do seu negócio de modo irreversível.

Pelo contrário, mesmo que muitas pessoas não gostem da sua ideia inovadora e até passem a criticá-la, isso é positivo. Afinal, a repercussão ajuda a aumentar a ressonância do que você fez. Ou seja, mesmo as pessoas que não gostam de você, vão falar do seu nome.

Porém, é importante ter em mente que o limite é conseguir compreender que a inovação é saudável para o seu negócio. Para isso, você pode proporcionar algum tipo de experiência diferente do que aquela que as pessoas estão vivendo.

Paulo fala que ele é uma pessoa que gosta de quebrar regras e ousar no seu dia a dia. E esse tipo de comportamento o ajudou a ser reconhecido no seu segmento de atuação.

Como você pode perceber, a palestra do ilustre Paulo Cuenca no FIRE, feita de um jeito muito natural e com elementos inusitados, instigou a plateia a realizar uma autorreflexão de determinados comportamentos adotados no seu dia a dia, como seguir regras de maneira quase que automática. O palestrante estimulou as pessoas a pensarem fora da caixa para alcançarem resultados cada vez melhores no seu negócio.

E aí, gostou deste post? Já sabe a importância de ousar na sua profissão? Aproveite e compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso aos conhecimentos do palestrante. Além disso, siga o perfil do Fire Festival no Instagram para garantir o seu ingresso e participar da próxima edição!

262