Arquitetura de Marca: Descubra como Aplicar com Sucesso

Marketing Digital

Arquitetura de marca: descubra como aplicar com sucesso

Estruturar uma arquitetura de marca é essencial para o sucesso na internet, seja você uma empresa, criador de conteúdo ou influenciador digital!

Hotmart

06/12/2023 | Por Hotmart

A arquitetura de marca, muito além de recursos visuais da empresa, representa um sistema de organização e alinhamento dos produtos e serviços oferecidos. Aprenda como construir uma comunicação coesa para impulsionar seu sucesso organizacional.

Criar um negócio no mundo digital pode ser desafiador, especialmente pela concorrência crescente desse meio. Uma estratégia fundamental para se destacar envolve a aplicação de conceitos já consolidados no mundo empresarial, tal como a arquitetura de marca.

Esse conhecimento é essencial para criar uma comunicação ainda mais clara e impactante. Para entender que tipo de estrutura comporta melhor o seu negócio e como otimizar esforços de marketing digital, vale a pena conhecer quais os principais passos para implementar esse fundamento na prática. Vamos lá?

Banner versão desktop

O que é arquitetura de marca?

Saber o que é arquitetura de marca é o primeiro passo para começar a construir o sucesso da empresa. Nesse sentido, esse conceito está relacionado a um conjunto de etapas que ajudam a gerar harmonia na hora de conceber a identidade da sua marca.

Ele também envolve o posicionamento de produtos e serviços, visando colaborar com o crescimento da empresa no mercado. É comum que esse termo seja usado também para uma companhia que tenha diferentes marcas que interagem entre si.

Nesse sentido, a arquitetura de marca determina como elas são posicionadas em relação umas às outras. Vale lembrar que a arquitetura de marca tem como função gerar maior organização e facilitar o entendimento do público em relação a como o seu negócio pode ajudar a resolver as dores e problemas que eles enfrentam.

Quais são os tipos de arquitetura de marca?

Após entender o conceito de arquitetura de marca, também é relevante compreender quais são os tipos existentes. Por isso, elencamos os principais em mais detalhes, a seguir.

Monolítica

Nesse tipo de arquitetura, a empresa apresenta todas as suas ofertas sob uma única marca. Ou seja, todos os produtos, serviços e ofertas são oferecidos ao público por uma mesma companhia.

Esse tipo de arquitetura pode ser apropriado quando as soluções oferecidas pela empresa são bastante semelhantes ou quando ela deseja consolidar uma única imagem junto ao mercado.

Endossada

O segundo tipo de arquitetura de marca que vamos apresentar é a endossada. Nela, tem-se uma marca principal que dá suporte às sub-marcas da mesma companhia. Desse modo, existem elementos nas marcas secundárias que remetem a principal.

As sub-marcas podem ter uma identidade própria, mas a associação é sempre destacada em todas as ações de marketing. Esse tipo de ação é adotada, pois é possível gerar maior credibilidade, melhorando a performance de vendas.

Independente

Outra opção para construir uma empresa forte é criar uma arquitetura de marcas independentes. Nesse sentido, cada produto ou linha de negócios tem sua própria identidade e não conversam entre si.

Tal modelo é uma boa opção em algumas circunstâncias. Por exemplo, quando as diferentes ofertas da empresa têm públicos-alvo distintos, pode ser mais eficaz e gerar melhores resultados ao adotar esse modelo.

Arquitetura de marca na criação de conteúdo

No mundo da creator economy, essa diferenciação entre os tipos de arquitetura de marca se dará de acordo com a esteira de produtos criadas.

Você pode optar a apoiar todos os infoprodutos em seu nome, criar comunidades e marcas específicas para cada um deles, ou já desenvolver uma marca pessoa desde a sua construção de autoridade digital.

Essa é uma decisão importante porque vai nortear os primeiros passos e a forma com que você se posiciona nas redes sociais e como fala de seus produtos e soluções.

“É muito cansativo você ser o produto. Eu acho que você tem um atalho de usar a sua própria imagem, porque você já tem uma personalidade criada, de marca… É todo um território de conteúdo, associações. Agora, eu acho que o nome já começa ‘o teu canal vai chamar Guta ou vai chamar Purple Metrics, né?’. Eu acho que é você dar um nome e já começar a criar uma marca que é diferente de você mesmo. E aí eu acho que vai ter o desafio de como você introduz outras pessoas”, compartilhou Guta Tolmasquim, especialista em branding e CEO da Purple Metrics, em sua participação no quadro Além do Fire.

Confira a conversa completa abaixo e entenda como posicionar sua marca no ambiente digital:

VÍDEO: Este é o motivo para você fazer um bom branding no seu negócio | Guta Tolmasquim | Além do Fire

Quais os benefícios da arquitetura de marca?

Entender como fazer arquitetura de marca pode gerar diversos resultados para a sua empresa. Entre as principais vantagens:

Gera consistência

A arquitetura bem elaborada ajuda a manter uma mensagem consistente em todas as marcas e produtos associados. Esse fator tende a gerar uma marca forte e aumentar a confiança do público.

Além disso, esse ponto é fundamental para construir uma identidade sólida. Assim, torna-se possível garantir que os consumidores recebam uma mensagem coerente sobre os valores e a qualidade da empresa.

Aumenta a diferenciação de mercado

Encontrar uma forma de se diferenciar no mercado é um ponto essencial para conseguir aumentar as suas vendas e, consequentemente, a lucratividade. Nesse sentido, a arquitetura de marca pode ser uma aliada importante.

Por exemplo, marcas bem posicionadas podem se destacar da concorrência ao criar uma impressão única na mente dos consumidores, chamando a atenção deles, o que, segundo conforme Gary Vaynerchuk, empreendedor americano e influenciador digital, é fundamental para alcançar os seus objetivos.

“Atenção vai te dar tudo que você quer”, explica o influenciador.

Ajuda no posicionamento

Ao construir um modelo de arquitetura de marca de forma apropriada, você consegue aprofundar os seus conhecimentos sobre o público que deseja atingir. Esse ponto é essencial para se posicionar adequadamente no mercado.

Por exemplo, uma empresa pode atender a diferentes públicos-alvo de maneira mais eficaz, adaptando a mensagem e a imagem de cada marca específica às necessidades e expectativas da sua persona, gerando mais consciência sobre a marca.

Como fazer uma arquitetura de marca?

Para que sua arquitetura de marca seja sólida, é importante haver um processo estratégico capaz de aliar uma identidade visual e conceitual mais coesa. Veja, a seguir, quais os principais passos para implementar em sua própria empresa.

Defina a essência da marca

Definir a essência da marca é o ponto central no desenvolvimento de uma arquitetura sólida. Isso requer a identificação e articulação dos elementos essenciais que determinam a personalidade e o propósito da sua empresa. É aquilo que ninguém vê, mas que está presente em todas as interações com o público.

Para ter mais clareza sobre qual é essa essência, comece pela criação da missão, valores e visão que fornecem o alicerce da marca. Após defini-los, ficará ainda mais fácil guiar as decisões de branding.

Conheça seu público

Conhecer profundamente o público é o próximo passo para a criação de uma arquitetura de marca eficiente. Isso envolve uma análise aprofundada das características demográficas, psicográficas e comportamentais.

Para isso, vale a pena apostar em pesquisas demográficas, identificação de valores, avaliação do comportamento do consumidor e entendimento sobre os desejos das pessoas que sua marca atende. Isso norteia toda a comunicação e a identidade visual da marca. Ao reunir essas informações, é possível criar uma persona detalhada e coerente com o público.

VÍDEO: A diversidade na construção da minha persona na internet | Vitor diCastro | Hotmart Ideas

Crie conteúdo

A criação de conteúdo é um ponto crucial para construir uma marca forte no mercado, gerar engajamento e garantir aumento da confiança. Por exemplo, criar conteúdos que mostram como a sua marca resolve as dores do seu público-alvo é uma ótima forma de potencializar a força da sua marca no mercado.

“O que mais funciona para esse pessoal são as provas sociais, é ele perceber que uma outra pessoa idêntica a ela consegue ter resultado. Isso pode despertar interesse.”, afirma Peter Jordan, empresário digital, influenciador dono do canal Ei Nerd e Nerd de Negócios.

VÍDEO: Transforme conteúdo em negócio | Peter Jordan | Além do FIRE

Profissionalização na criação de conteúdo

Para desenvolver um negócio de sucesso a arquitetura de marca representa uma estrutura indispensável no seu planejamento. Unindo identidade visual com aspectos conceituais, esse processo é essencial para construir uma narrativa autêntica e capaz de conquistar o público.

E, se você está por aqui, é porque provavelmente quer profissionalizar o conteúdo que você produz na internet. Então, que tal conferir ao blog post Economia dos criadores: como profissionalizar a produção de conteúdo? Até a próxima.