Início / Blog / O que é o Google Adwords, como funciona e como usar
Fechar

O que é o Google Adwords, como funciona e como usar

Confira como usar o Google Ads, antigo Google Adwords, e crie a sua primeira campanha de anúncios na internet.

Notebook com a logomarca do Google Ads na tela e duas moedas e duas setas apontando para cima ao lado do aparelho

O Google Ads, antigo Google Adwords, é uma das maiores plataformas de anúncios e links patrocinados da internet. Com ele, você consegue criar anúncios de Pesquisa, Display, YouTube, Gmail e Play Store.

Se você possui um negócio e deseja investir em estratégias de marketing digital para tornar a sua marca mais conhecida, gerar mais leads, atrair mais clientes e aumentar o seu número de vendas, saiba que um dos principais caminhos para isso é o Google Ads.

Hoje, divulgar a sua empresa na internet — claro, de forma adequada e estratégica — é fundamental para posicioná-la no ambiente digital e destacá-la diante da concorrência.

Por isso, se você tem um negócio e quer melhorar os seus resultados na internet, é muito importante que você saiba o que é o Google Ads, como ele funciona e como utilizá-lo. É sobre isso que vamos explicar no artigo de hoje!

Confira!

Post index MenuÍndice
O que é Google Ads? Quais os tipos de anúncios do Google Ads? Por que anunciar no Google Ads? Quanto custa usar o Google Ads? Como criar uma conta no Google Ads? Como anunciar no Google Ads? Como anunciar no Google Ads pelo celular?
Voltar ao Índice

O que é Google Ads?

O Google Ads (atual nome do Google AdWords), é a plataforma de anúncios do Google. Com ela, você pode criar diferentes tipos de anúncios para alcançar seu público-alvo e clientes em potencial.

Dessa forma, você pode gerar diversas oportunidades para o seu negócio, contribuindo para que ele possa crescer, ganhar destaque e, claro, faturar mais.

Hoje, o Google Ads é o principal serviço de publicidade online do mercado, e ele funciona num formato de leilão em que é acionado por meio de palavras-chave — porém, diferente de como isso costuma acontecer, nem sempre o maior lance ganha.

Basicamente, a dinâmica da plataforma é a seguinte:
Os anunciantes (empresas) oferecem uma determinada quantia para vincular seus anúncios na internet (ex.: na pesquisa do Google). Porém, o preço pago não é uma garantia que eles aparecerão no topo, na frente dos seus concorrentes.

262

Isso porque o Google avalia também a qualidade e a relevância dos anúncios por meio do seu Ad Rank, que, de forma resumida, é calculado pela fórmula “lance (CPC máximo) x Índice de Qualidade (IQ)”.

O IQ é uma nota lançada pelo Google, que vai de 1 a 10 e, além disso, considera três aspectos: CTR, página de destino e relevância.

Então, além de dar um lance no leilão, você precisa garantir que o seu anúncio seja realmente bom. Inclusive, isso pode destacá-lo dos concorrentes, mesmo que eles informem lances maiores que os seus.

Além disso, vale ressaltar que o Google Ads é um ótimo canal de tráfego pago. Ou seja, ao investir nele, o seu site e blog, além de suas páginas de captura (landing pages), podem ganhar muito mais acessos do que têm atualmente.

Quais os tipos de anúncios do Google Ads?

Atualmente, há 5 tipos de anúncios que podemos criar no Google Ads.

A seguir, vamos falar sobre cada um deles, para que você os conheça com mais detalhes e possa escolhê-los de acordo com as suas ações e estratégias de marketing:

  1. Rede de Pesquisa;
  2. Rede de Display;
  3. Google Shopping;
  4. Vídeo;
  5. Apps.

1. Rede de Pesquisa

Este tipo de anúncio é propício para alcançar clientes interessados nm determinado produto ou serviço. 

Portanto, se o seu público-alvo são pessoas que estão procurando alguma solução no Google, investir nesse tipo de anúncio pode ser uma ótima opção.

Utilizando os anúncios na rede de pesquisa, por exemplo, o Google exibe seu anúncio nos resultados de busca do usuário, de acordo com as palavras-chave digitadas.

Então, por exemplo, se você possui uma empresa no nicho de cursos online, e um potencial cliente digita no Google “curso de inglês”, caso você anuncie esse termo no formato de rede de pesquisa, o seu anúncio pode aparecer para o lead. Logo, você tem mais chances de atraí-lo e fazê-lo efetivar uma venda.

2. Rede de display

A Rede de display é uma opção legal para Produtores(as) que pensam em vincular seus anúncios – de forma visual – em outros sites (ex.: portal de notícias) ou, também, hospedá-los em blogs.

Aqui, é importante escolher sites interessantes para seu negócio alcançar possíveis clientes que, talvez, estejam precisando da experiência que você e seu produto podem oferecer.

Os anúncios de Display podem ser úteis, já que auxiliam os usuários que, como resultado, passam a conhecer sua marca e os seus produtos.

3. Google Shopping

Este tipo de anúncio oferece excelentes experiências aos usuários. 

Ao pesquisar um produto, o Google exibe opções de produtos para o cliente em potencial, isto é, de acordo com sua pesquisa. Dessa forma, ele consegue comparar as marcas e seus variados preços para, em seguida, escolher o que melhor atende às suas preferências.

Então, se o seu objetivo é gerar tráfego orgânico para seu site ou loja virtual, utilize esses anúncios à vontade.

Neste tipo de anúncio, seus produtos são exibidos com fotos e uma breve descrição das soluções (acompanhadas, claro, do valor). O nome da loja  e outras informações importantes sobre a marca também são mencionados.

4. Vídeo

O vídeo é o formato de conteúdo que mais gera engajamento na web atualmente, uma vez que é uma forma simples, prática e didática de apresentar e consumir conteúdos.

Sendo assim, ao criar um anúncio no formato de vídeo, você pode exibi-lo no YouTube Ads ou, se preferir, nos sites parceiros do Google, que permitem os anúncios em vídeo.

Aqui, você pagará por visualizações (vamos falar sobre valores durante este post).

5. Apps

Para Apps, o interessante é que ele não precisa de uma sequência de anúncios. O Google Ads usa suas ideias num texto publicitário e, com base nelas, constrói campanhas em formatos e redes diferentes.

Basicamente, o Google Ads testa algumas possibilidades e escolhe as que mostraram o melhor desempenho, sem a necessidade de testar todas as opções.

Além disso, ele automatiza e personaliza os processos que ajudam a disparar as campanhas, além de  realizar as devidas segmentações de acordo com a performance dos anúncios.

>> Tráfego pago ou orgânico? Descubra como escolher o melhor para o seu negócio!

Por que anunciar no Google Ads?

Como falamos no início do artigo, o Google Ads é a principal plataforma de anúncios da internet atualmente. 

Trata-se de uma ferramenta completa, poderosa e que possui inúmeros dados e opções. Além disso, também oferece recursos e funcionalidades para você aproveitar quando for criar anúncios para divulgar o seu negócio.

Para isso, a plataforma oferece os seguintes benefícios para empresas:

Grande potencial de conversão

Segundo um estudo divulgado pela Clutch, 90% dos consumidores relataram que os anúncios influenciam nas suas decisões de compra.

Além disso, de acordo com dados apresentados pela empresa Moz, os usuários que acessam, por meio de um anúncio, um site, por exemplo, estão 50% mais propensos a comprar do que os visitantes orgânicos.

Com base em outro levantamento, e, desta vez, realizado pela WebFX, a rede de display (primeiro formato de anúncio que explicamos acima) atinge 90% dos consumidores online.

Ou seja, segundo esses dados, as campanhas no Google Ads têm um grande potencial de conversão, atrair potenciais consumidores (leads) e, além disso, transformá-los em clientes.

Investimento controlado

Outro bom motivo para anunciar no Google Ads: você tem controle sobre os seus investimentos. Ou seja, você tem a possibilidade de ajustar os valores conforme suas necessidades. 

Então, mesmo que a campanha já esteja no ar – rodando – você pode aumentar ou diminuir os valores, de modo que possa aproveitar melhor o seu orçamento.

Anúncios mais segmentados

A segmentação é um ponto essencial para ações e estratégias de marketing digital

Isso porque ela permite alcançar um público mais qualificado e direcionado, e também evita que você desperdice recursos com pessoas que não têm muito interesse no que a sua empresa oferece e entrega.

Sendo assim, ao considerar os recursos e funcionalidades do Google Ads, você pode criar anúncios mais segmentados e assertivos.

A plataforma permite que você faça diversas configurações em suas campanhas, que podem ir desde a escolha da região que o anúncio aparecerá, ou até mesmo a umdispositivo que determinado potencial cliente usa para visualizar algo (ex.: computador, celular, tablet etc.).

ROI elevado

Todo Produtor(a) deseja que o ROI (Retorno sobre o Investimento) seja alto. E, ao investir no Google Ads, isso é perfeitamente possível.

De acordo com o Google, o ROI – ao investir no Google Ads – é de 8.1. Ou seja, US$8 para cada US$1 gasto.

Baixo custo para anunciar

Investir em marketing, dependendo da estratégia, pode se mostrar como um investimento alto. Porém, o custo com os anúncios no Google é muito mais flexível e acessível. Portanto, você não precisa fazer grandes investimentos para anunciar pelo Google Ads. 

A seguir, vamos mostrar mais detalhes sobre este ponto.

Quanto custa usar Google Ads?

Agora que você já sabe o que é Google Ads, como ele funciona, quais os tipos de anúncios disponíveis e por qual motivo você deve utilizar a plataforma, vamos falar sobre os seus valores.

Para criar e vincular anúncios no Google Ads, você não precisa investir muito. É possível definir um orçamento diário na plataforma, de modo que possa se enquadrar com seu budget (orçamento).

O valor que você gasta do orçamento definido, por exemplo, depende do número de cliques que sua campanha recebe Tal valor é conhecido como Custo por Clique (em inglês, Cost Per Click, ou CPC).

Em outras palavras, você paga para o Google apenas quando os usuários clicam em seus anúncios — o que é muito interessante, já que todo clique significa uma oportunidade para um lead se tornar um cliente.

Ou seja, é um investimento que faz diferença.

Não perca dinheiro com seus anúncios!

Quer saber quanto investir na geração de Leads? Então baixe a Calculadora de Leads: Previsibilidade Para Sua Campanha de Tráfego Pago.

Com essa ferramenta você vai:

  • Descobrir o custo por lead: Saiba qual é o valor ideal de acordo com o faturamento desejado e o quanto você pode investir.
  • Calcular o valor total do investimento em leads: Entenda quanto você deve investir em sua estratégia de tráfego pago.
  • Ficar à frente em sua estratégia: Tráfego pago é sobre planejamento. Prever esses números, é o que vai te colocar na frente.

Então não perca tempo e acesse a nossa Calculadora de Leads de graça! Clique no botão abaixo e confira.

262

Como criar uma conta no Google Ads?

Primeiro, entre no site do Google Ads e clique neste link https://ads.google.com/intl/pt-BR_br/home/. Em seguida, clique no botão “começar agora”.

Faça login na sua conta no Google. Para acessá-la, use a mesma senha do seu e-mail.

Após essa etapa, aparecerá uma janela na qual você deve preencher os dados relacionados com sua conta de anúncios.

Esses dados incluem:

  • Tipo de conta (individual ou comercial);
  • Número de sua identidade;
  • Data de nascimento;
  • Nome do seu negócio;
  • Endereço comercial;
  • Número para contato (opcional);
  • Formas de pagamentos pelos anúncios (cartão de crédito ou boleto).

Agora, aceite os Termos de Uso do Google Ads e, depois, clique em “Registrar”. Na nova tela, mostrará que a sua conta foi cadastrada com sucesso.

A partir daí, você já está pronto para usar o Google Ads!

Como anunciar no Google Ads?

262

Agora que você já está mais informado sobre o funcionamento e os benefícios da plataforma, chegou a hora de falarmos sobre como anunciar no Google Ads. Vamos lá?

O processo, em geral, leva apenas algumas etapas, e, ao segui-los de forma adequada, você terá total condição de criar anúncios que possam ser de qualidade, além de relevantes e eficazes!

1. Crie uma nova campanha

Inicialmente, você precisa criar uma nova campanha. Para isso, na página de visão geral, clique no botão azul que possui um ícone de “+” e, em seguida, selecione “Nova campanha”.

2. Escolha um objetivo

Iniciou a sua campanha? É hora de escolher o seu objetivo, ou seja, o que você pretende com isso. É atrair mais visitantes para o seu site? É captar leads? Ou quer receber mais ligações?

3. Selecione o formato do anúncio

Onde você quer que seu negócio apareça para o seu público-alvo? Na pesquisa do Google? Em banners presentes em sites de notícias? No Google Maps? Em vídeos no YouTube?

Por último, você deve escolher o formato do seu anúncio – Rede de Pesquisa, Rede de Display, Shopping, Vídeo ou Apps.

4. Escolha uma meta de campanha

Outra configuração que você precisa fazer: escolha uma meta de campanha. Ou seja, com base nos objetivos que você definiu na etapa 2, defina quais são os resultados que você deseja obter.

5. Configure a campanha

Nesta quinta etapa, você deve configurar a sua campanha. Para isso, preencha todas as informações que a ferramenta vai solicitar, como nome da campanha, locais, idiomas e público-alvo.

6. Faça a segmentação do público

Ao criar uma campanha de anúncios, você deve direcionar os seus esforços para as pessoas certas, isto é, para usuários que realmente podem se interessar pelo que sua empresa oferece.

Sendo assim, faça uma segmentação detalhada do seu público, considerando aspectos geográficos e demográficos, faixa etária, e outros.

Quanto mais assertivo você for, melhor serão os resultados dos seus anúncios.

7. Defina o orçamento e a estratégia de lance

Como explicamos durante o artigo, você pode ajustar o seu investimento no Google Ads.

Então, você deve definir qual será o orçamento da sua campanha, além da estratégia de lance. Ou seja, quanto e como você deseja investir o seu dinheiro.

8. Escolha uma data de início e fim da campanha

Definiu o orçamento e a estratégia de lance? Ótimo! Agora, escolha o tempo de duração da sua campanha, ou seja, a data de início e a data de fim.

9. Defina o público-alvo

Quem você quer alcançar com seus anúncios? Aqui, você deve definir para qual tipo de público os seus anúncios serão direcionados.

Um anúncio eficiente precisa, sobretudo, atingir pessoas que realmente têm potencial para o seu negócio. Como a segmentação, a definição do público-alvo é um ponto fundamental e que precisa ser considerado durante a construção da sua campanha.

10. Altere as configurações avançadas

Se desejar, também é possível alterar algumas configurações avançadas de anúncio. Se bem utilizadas, elas podem potencializar o desempenho e os resultados da sua campanha.

Lembre-se: para isso, é necessário conhecer bem o que está sendo configurado.

11. Configure os anúncios da campanha

Até aqui, depois de configurar a campanha, é preciso configurar cada anúncio que vai participar da sua campanha de Ads.

12. Crie o conteúdo dos anúncios

Nesta etapa, é hora de criar a sua mensagem, ou seja, é preciso mostrar, por meio de conteúdos simples, objetivos e persuasivos, o que a sua empresa tem a oferecer, isto é, o que a torna especial para as pessoas.

Você precisa pensar num bom título, no texto que fará parte do anúncio, nas imagens e no CTA (call to action).

Além disso, você precisa pensar nos termos, nas palavras-chave que acionarão os seus anúncios, quer dizer, em caso de estar criando uma campanha de Rede de Pesquisa.

Para isso, também vale considerar palavras-chave negativas. Afinal, é necessário evitar que o seu anúncio apareça em buscas consideradas pouco relevantes e atrativas.

Vale destacar que, ao adicionar as informações nos respectivos campos da plataforma, ela mostrará, ao lado, uma pré-visualização de como o anúncio ficará quando entrar no ar.

13. Revise os dados da campanha

Está quase no fim das configurações? Bom, é importante revisar todos os dados da campanha. 

Isso porque, como você acompanhou até aqui, existem várias configurações para você fazer. Então, para evitar erros e problemas, não deixe de revisar todos os dados informados com atenção.

14. Configure o faturamento e comece a anunciar

Após revisar os dados da campanha, configure o faturamento, ou seja, a forma que você escolheu para pagar pelos anúncios. Pronto! Você já pode começar a rodar a sua estratégia de publicidade online.

15. Acompanhe os resultados

Por fim, após fazer todas as configurações necessárias e colocar a sua campanha no ar, é fundamental que você acompanhe os resultados, afinal, é muito importante que você monitore o desempenho dos anúncios.

Se for necessário, também faça ajustes,  mudanças e otimizações que sejam efetivas, de modo que a campanha possa alcançar uma boa performance e gerar os resultados esperados.

Para ajudar, a própria plataforma te dá dicas, insights e relatórios para você acompanhar o processo das suas ações.

Como anunciar no Google Ads pelo celular?

O Google sempre trabalha para oferecer melhorias e otimizações em suas ferramentas e plataformas. Dessa maneira, é possível anunciar no Google Ads por meio do celular.

Para isso, há dois caminhos: baixar o app do Google Ads pela loja de aplicativos do seu celular, ou, se preferir, acessá-lo diretamente pelo navegador do seu celular (Chrome, Safari etc.).

O processo, em geral, é igual ao que apresentamos ao longo deste artigo. Porém, possui algumas limitações, uma vez que a tela do celular é menor do que a de um computador ou notebook.

Agora, uma forma que você pode utilizar para acessar a ferramenta de modo mais semelhante ao de um desktop, é clicar nos três pontinhos do seu navegador e, depois, escolher a opção “Para computador”.

O seu navegador será alterado como se você estivesse num computador. Depois, é só buscar por “Google Ads” no Google e acessar a plataforma. Por fim, faça seu login e comece a anunciar.

Gere mais oportunidades para a sua marca com o Google Ads

Utilizar o Google Ads é uma ótima forma de impulsionar os resultados do seu negócio. A plataforma, além de ajudar a captar mais leads e gerar mais tráfego para o seu site, também aumenta o número de vendas, contatos, visitas, ligações, e mais.

Portanto, não deixe de aproveitar e aplicar essa funcionalidade em suas ações e estratégias de marketing digital.

Além disso, vale ressaltar que uma boa copy é, sem dúvidas, um elemento fundamental para que seus anúncios sejam mais interessantes, atrativos e persuasivos. Tudo isso ajuda agerarm mais conversões para seu negócio.

Acesse este outro post e saiba mais sobre copywriting: o que é e como criar textos que vendem?.


Este post foi originalmente escrito em novembro de 2017 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.