Início / Blog / CTR: o que é e como melhorar em ações de marketing digital!
Fechar

CTR: o que é e como melhorar em ações de marketing digital!

O CTR é uma maneira objetiva de entender quanto rende cada clique. Quer saber mais sobre como aplicá-lo em suas estratégias? Confira este post até o final!

CTR: o que é e como melhorar em ações de marketing digital!

Conseguir medir de forma precisa o sucesso das suas campanhas e anúncios é um dos principais desafios dos Produtores. Em vez de simplesmente se basear na intuição, nada melhor do que uma métrica com valores bem definidos para entender se você está no caminho certo, não é mesmo?

Por isso, alguns dos indicadores, como é o caso do CTR, são imprescindíveis para Produtores e quaisquer pessoas que que lidem com o marketing digital.

Neste post, falaremos mais sobre o conceito, seus benefícios e como colocá-lo em prática, com a representação do seu cálculo. Vamos falar mais sobre o CTR a seguir!

Post index MenuÍndice
O que é CTR? Para que serve o CTR? Quais são as diferenças entre CTR, CPC e CPM? Como calcular o CTR? Como saber se a taxa de CTR está boa?
Voltar ao Índice

262

O que é CTR?

Sigla para a expressão em inglês “click-through rate”, o CTR mostra a relação entre o número de cliques realizados e o número de visualizações de um anúncio ou outra divulgação. Na prática, esse indicador mede a eficiência de uma campanha, ao determinar a porcentagem de usuários que efetivamente clicaram no link depois de o encontrarem.

Nesse sentido, o CTR é muito preciso para determinar a avaliação do desempenho de um anúncio. Ele pode ser utilizado tanto no Google Ads como em outras divulgações pagas, como aquelas encontradas em redes sociais.

A taxa de cliques impacta o custo de cada campanha e influencia o ranqueamento das páginas em pesquisas orgânicas. É possível utilizar o CTR para avaliar o desempenho de palavras-chave, anúncios e listagens gratuitas e muito mais.

Para que serve o CTR?

O CTR é uma maneira precisa de mensurar o sucesso das suas estratégias e campanhas de marketing. O indicador serve para avaliar a qualidade das palavras-chave utilizadas e, de maneira mais ampla, também dos anúncios.

Assim, se o objetivo é investir melhor os recursos financeiros disponíveis e obter mais precisão em suas ações, mesmo com investimento mais baixo, a taxa de cliques é uma ótima aliada.

Afinal, por meio dela que você conseguirá identificar as campanhas mais eficientes, isto é, aquelas que mais chamam a atenção das pessoas e fazem com que o usuário realmente clique no link oferecido, em vez de simplesmente visualizá-lo e mudar de página.

Por isso, se você desconfia de que precisa mudar o estilo dos seus anúncios e caprichar mais nos CTAs, o CTR é um indicador muito importante. Com ele, será mais fácil gerar ações que provoquem um impacto maior no usuário. Você entenderá o que funciona e o que precisa ser aprimorado.

Quais são as diferenças entre CTR, CPC e CPM?

Todos os três indicadores se relacionam, mas eles não são a mesma coisa. Se o CTR pode ser resumido como taxa por clique, o CPC representa o custo por clique, uma das precificações de anúncios mais comuns no mercado.

O CPC, portanto, é o custo médio pago pelo anunciante sempre que alguém clica em um anúncio. Nesse caso, as visualizações não acompanhadas do clique não são incluídas na conta. Quanto ao CPM, trata-se de um formato que ajuda a precificar o custo de uma campanha de acordo com o número de visualizações, também chamadas de impressões.

Assim, a cada mil usuários que são impactados pelo anúncio, sem a necessidade de que cliquem nele, o anunciante paga pelo valor estipulado — sem levar em consideração a eficiência da campanha.

É possível notar que o CPM não tem tanta relação com o CTR, já que o primeiro tem a ver com o número de visualizações, enquanto o CTR está diretamente ligado aos cliques feitos. O mesmo não pode ser dito do CPC.

Isso porque a taxa mensurada pelo CTR é fundamental para quem escolhe o modelo CPC para precificar. Afinal, quanto maior for a taxa dos cliques, mais eficiente serão os anúncios. Nesse sentido, o CPC se torna mais barato quando o Google entende que o link oferece as informações que estão sendo buscadas.

Como calcular o CTR?

Essa conta é realizada por meio da divisão entre o número de vezes em que o anúncio foi clicado e as visualizações (impressões) recebidas. Assim, a fórmula é:

CTR = cliques / impressões

Então, caso uma campanha receba 5 cliques e registre 100 impressões, o CTR seria de 5%, isto é: o resultado da conta seria 0,05, mas basta multiplicar o valor por 100 para encontrar uma porcentagem redonda.

Caso o resultado encontrado na sua campanha seja decepcionante, você pode buscar meios para melhorá-la. Uma boa ideia é realizar comparações, isto é: testes envolvendo dois elementos, A e B, em que ambos sejam diferentes.

Suponhamos que o seu teste seja uma mensagem de e-mail marketing que convide o receptor a baixar um ebook. Nesse caso, você define dois títulos: o primeiro é A, e o segundo, B. Depois, você envia um ebook com o título A para 50% da base. Já com o título B, para a outra metade.

Nesse caso, aquela que receber a maior taxa de cliques no CTA pode ser definida como a opção que tem o melhor CTA. Esse é um teste simples que pode ser feito sempre que você quiser.

Como saber se a taxa de CTR está boa?

Na prática, quanto mais alto o seu CTR, melhores as suas ações de marketing digital. Contudo, um número para se ter em mente é 3%: uma taxa igual ou superior é considerada boa. Para quem quiser entender o impacto dos resultados encontrados, é preciso levar em conta o segmento de atuação e o desempenho dos concorrentes. E mais!

Afinal, se o CTR é de 3%, mas algum concorrente consegue atingir 5, o seu número está baixo para competir com ele. Por isso, algumas ações práticas ajudam a melhorar o índice:

  • insira a palavra-chave principal em seu anúncio;
  • prepare uma lista de termos negativos e sempre os consulte para não utilizar por engano;
  • capriche no CTA e indique de forma objetiva o que você quer que o usuário faça;
  • ajuste a URL, ou seja, busque uma sequência que seja “limpa” para os usuários. Um excesso de caracteres pode até parecer um link fraudulento enviado por hackers, principalmente em imagens enviadas via e-mail.

É importante entender que um CTR alto indica que os usuários consideram seus anúncios relevantes. A métrica pode ser usada para avaliar quais divulgações e palavras-chave, por exemplo, precisam de melhorias e de ajustes para se alinharem com sua estratégia ampla de negócios.

Portanto, quanto mais os links estiverem relacionados à sua empresa, maior será a probabilidade de que as pessoas cliquem no anúncio. Como observamos no artigo, o CTR, também conhecido como taxa de cliques, faz toda a diferença em campanhas de marketing digital — desde que os Produtores entendam como utilizá-la e melhorá-la.

Para garantir ações cada vez mais precisas de marketing, conheça 9 métricas que os Produtores digitais devem considerar!