ideias de negócios - foto de um homem sentado de frente para um computador, olhando para a janela

Empreendedorismo digital

40 ideias de negócios em alta para abrir o seu em 2024!

Conheça ideias de negócios lucrativos em diferentes nichos para investir este ano. Aqui você encontra insights em gastronomia, artesanato, moda, beleza, educação, esporte, eventos, consultoria empresarial, internet, além das principais tendências do empreendedorismo.

Hotmart

05/12/2023 | Por Hotmart

Entre as principais ideias de negócios para abrir ainda em 2024, estão os negócios digitais, criando infoprodutos, o marketing de Afiliados, entre outras ideias mais específicas para diferentes nichos.

Que tal algumas ideias de negócios em alta para empreender este ano? Quando perguntamos às pessoas qual é a sua definição de sucesso profissional, muitos respondem instantaneamente: “eu adoraria abrir meu próprio negócio”.

Há muitas razões para que esse desejo seja tão comum: mais liberdade, flexibilidade, ser seu próprio chefe e viver daquilo que ama. No entanto, ao pensar em boas ideias de negócio próprio é difícil saber por onde começar, não é?

Você também tem esse desejo de encontrar pequenos negócios que dão lucro? Acha que escolheu a carreira errada? Seu sonho é escolher seu próprio horário de trabalho? Quer ter a autonomia para decidir quais são as melhores estratégias para alcançar seus objetivos? Adoraria decidir onde trabalhar?

Se você quer ideias para empreender, então este post é perfeito para você.

Entre as ideias de negócios estão:

  1. Abrir um restaurante
  2. Investir em bolos decorados
  3. Dar aulas de culinária e gastronomia na internet
  4. Presentes personalizados
  5. Venda de roupas usadas
  6. Ser coach de estilo
  7. Ensinar sobre automaquiagem
  8. Investir em um negócio de manicure e pedicure
  9. Abrir uma escola de idiomas
  10. Dar aulas de reforço escolar
  11. Ser personal trainer
  12. Trabalhar com organização de eventos
  13. Prestar consultoria financeira
  14. Criar conteúdo para internet
  15. Publicar um ebook
  16. Fazer vendas como Afiliado
  17. E muito mais!

Selecionamos 40 ideias para abrir um negócio lucrativo, em diferentes nichos,  que são muito populares nos dias de hoje.

Escolha a opção que mais tem a ver com você e comece a planejar seu negócio.

Banner versão desktop

Um cenário sobre negócios lucrativos

Antes de chegar às ideias de negócios, é preciso falar um pouco sobre a realidade do empreendedorismo, principalmente quando se começa sozinho – que é o caso para a maioria das pessoas. Trouxemos algumas dicas de especialistas que passaram pelo Fire Festival 23, para você começar com uma ideia melhor do que é empreender.

Saiba que você vai se desmotivar

Existem muitas dificuldades e empecilhos que nos pegam de surpresa no empreendedorismo, independentemente se você está começando um negócio online, uma carreira de influenciador, abrindo uma franquia ou até começando uma empresa mais tradicional.

E vão chegar momentos em que a motivação vai cair e você vai se questionar se quer mesmo continuar esse caminho.

“Eu acho que o segredo pra se manter motivado é saber que você vai se desmotivar. Porque às vezes a gente se desmotiva e fica,pronto, acabou, é o fim do caminho’. E não, é o começo. É o começo, mas não o começo de uma estrada ladeira abaixo, o começo de uma estrada de muitos altos e baixos, né? A dificuldade, ela faz parte da nossa vida. A dificuldade, ela faz parte do empreender. A dificuldade, ela faz parte de você criar e de você querer se superar e fazer coisas que você não fez ainda”, compartilhou Iza, cantora e empreendedora em sua participação no Fire.

Ela complementou falando que é preciso aceitar que o processo tem altos e baixos e, mesmo nos dias em que o rendimento cai ou que você não está tão confiante, isso ainda é parte de um processo bem-sucedido. “A gente fazendo o melhor que a gente pode sempre, né?”, disse.

Criar conteúdo tamém é empreender

Com a democratização da produção de conteúdo na internet, criaram-se outras carreiras no digital, como a de criador de conteúdo e influenciador digital. Quem faz parte desse ecossistema, também chamado de creator economy, é empreendedor. E é preciso que haja responsabilidade e postura para que a profissionalização aconteça.

“Eu acho que é para repensar essa relação que é o papel desse empreendedor, porque o influenciador é o empreendedor, é entender como ele olha essa carreira dele. Porque muita gente começa, cria conteúdo, de repente estoura na rede, no momento que estoura, será que a pessoa está tendo o clique de entender que ‘estourei, o que é que eu faço com isso agora? Como eu transformo essa minha carreira?'”, refletiu Vítor Bastos, mentor, palestrante e especialista em marketing de influência, que participou do Painel “Empreendedorismo democrático ou sucateamento da influência?”, no Fire 23.

Ter essa consciência amplia as possibilidades quando falamos de ideias de negócios. Você verá a seguir que, para cada segmento, apresentamos também ideias de produção de conteúdo para que você possa também aproveitar os louros da economia dos criadores.

Banner versão desktop

Comece com a postura do crescimento

Um erro comum de quem começa a ter resultados é se contentar, muitas vezes por medo de se arriscar e colocar tudo a perder. Claro que é um receio válido, mas é preciso vencê-lo. Afinal, os grandes do mercado falam sempre: não errar é sinal de que o negócio não está crescendo o suficiente. Mas esse processo deve ser o mais planejado possível:

“É sobre errar na velocidade de uma Ferrari, mas no custo de um Fusca”, ensinou Iago Claro, empreendedor digital que co-lidera o ecossistema Partners, e palestrou no palco VIP do evento.

Além disso, o mercado no geral está evoluindo. Então, quem se contenta, acaba ficando para trás muito rapidamente.

Durante a palestra da Nathalia Cavalieri, diretora geral da Hotmart, ela trouxe dados dos top 5 de 2015, ano do primeiro FIRE, e dos top 5 de hoje. A conclusão é que, se os empreendedores nas primeiras posições há oito anos tivessem mantido os mesmos resultados, hoje, eles não estariam nem no top 200.

“Você que está satisfeito com o seu faturamento. Tá tudo bem. Eu não vou fazer juízo de valor se você quer ficar onde você está. Eu vou te fazer uma pergunta: você está disposto a deixar de ser referência no seu negócio? Porque essas pessoas mais do que cair numa tabela que às vezes elas não se importam com isso, elas teriam perdido o posto de referência e isso é perigoso”, provocou a executiva.

Portanto, antes mesmo de começar, é preciso já voltar a sua mentalidade e postura para o crescimento constante. É entender que, no empreendedorismo, não dá para se contentar e estagnar. Aliás, mas do que nunca, esse crescimento é acentuado e a competição estão cada vez mais fortes.

A dica que fica aqui é: se arrisque e não pare.

Saiba como expandir o seu negócio

Por fim, é preciso se preparar para crescer. O sonho daqueles que almejam o empreendedorismo tende a ser grande, com altos números, realização pessoal e profissional, acima de tudo. Mas o resultado só vem para quem se preparar.

Isso inclui saber quando contratar alguém, quando investir em uma ferramenta, criar uma cultura organizacional, saber delegar e entender quando você está limitando o seu negócio.

Preparamos um artigo focado nisso só com as dicas dos principais nomes que passaram pelo Fire Festival: “Como expandir meu negócio e lidar com o crescimento dele“. Assim que você decidir por uma ideia de negócio e dar os primeiros passos para começar a sua carreira empreendedora, vale conferir!

VÍDEO: INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL E EMPREENDEDORISMO DIGITAL MARCAM O DIA | FIRE NEWS #1 | FIRE FESTIVAL 2023

Ideias de Negócios Gastronômicos

1. Restaurante especializado em um nicho específico

Se você pensa em abrir um restaurante, provavelmente sabe que existem milhares de opções já disponíveis no mercado. É por isso que o número de concorrentes é muito alto (e se distinguir dos outros não é uma tarefa fácil).

No entanto, se você pensa em um nicho específico, as chances de sucesso são muito maiores, porque você terá um público específico e poderá definir todas as suas estratégias pensando nele, além de ter poucos concorrentes no mercado.

Para te ajudar, pensamos em alguns exemplos:

  • Restaurante de comida vegetariana (sem ingredientes de origem animal);
  • Restaurante de alimentos com baixas calorias;
  • Restaurante dietético para diabéticos;
  • Restaurante de saladas com ingredientes puramente orgânicos;

Você pode perceber que, em todos esses casos, há um público-alvo específico: pessoas que não comem carne, pessoas que querem perder peso, pessoas com diabetes e pessoas que se preocupam com sua saúde e não querem consumir alimentos com transgênicos, por exemplo.

Essa é uma tendência muito importante no mercado de hoje: concentre-se na necessidade de um grupo de pessoas e sirva-os da melhor maneira possível.

2. Venda de alimentos congelados

Uma das melhores ideias de negócios para quem quer ser seu próprio chefe é a venda de alimentos congelados, especialmente quando se fala de refeições saudáveis, nutritivas e caseiras.

Hoje, há uma grande preocupação com a qualidade dos alimentos que consumimos e, ao mesmo tempo, as pessoas querem opções práticas e rápidas (porque quase ninguém tem tempo para ficar cozinhando durante horas).

É por isso que a venda de alimentos congelados é uma excelente opção comercial. Se você tem a capacidade de cozinhar, esta é uma boa possibilidade, e pode começar com pouco investimento, até mesmo atraindo clientes do seu ambiente social.

3. Food Truck

Você provavelmente já deve ter visto um Food Truck por aí, não é mesmo?

Esses veículos adaptados para produzir e vender alimentos nas ruas são muito populares e fazem grande sucesso aqui no Brasil.

É uma ótima opção de negócio para quem quer empreender na área gastronômica. Principalmente na correria do dia a dia das grandes cidades, todos estão em busca de soluções fáceis e práticas de alimentação.

Seja para vender salgados, docinhos gourmet, macarrão na chapa ou até o velho e bom “podrão”, Food Trucks têm muitas chances de dar certo, aposte e inove com essa ideia!

4. Alimentos para crianças

A alimentação para crianças é hoje uma das melhores ideias empresariais, porque é algo novo e interessante, que atrai muito a atenção das pessoas, especialmente dos pais e responsáveis de menores.

É por isso que mais e mais pais estão procurando opções saudáveis para seus filhos. O grande problema, no entanto, é poder competir com as conhecidas “junk foods”, que apresentam cores e gostos que chamam muito a atenção das crianças.

Uma excelente escolha, então, é a preparação de alimentos saudáveis que tenham aspectos e sabores que possam encantar os mais pequenos: saladas com desenhos engraçados, sorvetes feitos com frutas naturais e alimentos colocados em embalagens chamativas, por exemplo.

5. Bolos decorados

Os bolos decorados sempre foram populares e hoje são ainda, principalmente os temáticos, com elementos atuais (como filmes, séries de televisão, desenhos, bandas e celebridades populares).

Este produto é altamente procurado para diversos eventos, como aniversários, batizados, casamentos, chás de bebê e qualquer tipo de festa em geral.

É um trabalho especializado e, portanto, pode ser cobrado um valor considerável para os clientes, especialmente quando tem alguma característica especial (como não ter glúten, por exemplo).

6. Gastronomia internacional

A gastronomia internacional geralmente é um sucesso em qualquer lugar, especialmente no mundo globalizado de hoje: as pessoas estão cada vez mais abertas e curiosas para experimentar diferentes alimentos de outros países.

O ideal é realizar uma pesquisa e perceber os interesses dos cidadãos da região onde você mora. Veja alguns exemplos:

  • Culinária árabe
  • Culinária japonesa
  • Culinária chinesa
  • Culinária mexicana
  • Culinária indiana
  • Culinária peruana

7. Aulas de culinária gourmet

Se você é um especialista em alta gastronomia, ou conhece alguém que é, uma boa ideia é criar cursos de culinária gourmet. Ensinar receitas sofisticadas e exóticas a domicílio ou em algum espaço preparado para isso (que pode até ser sua própria casa) é uma excelente escolha.

Outra ideia é criar um curso online e se tornar um professor online, como no curso que mostramos, mas falaremos sobre isso em breve.

VÍDEO: Bruna Rebelo: do bolo sem graça a uma das maiores escolas de confeitaria | Bravo!

Ideias de Negócios de Artesanato

8. Produtos reciclados

Cada vez mais gente reconhece a importância de cuidar do meio ambiente e, portanto, o número de pessoas que procuram opções de objetos menos prejudiciais para a natureza está crescendo.

É por isso que, se você tiver habilidades manuais, os produtos reciclados podem ser uma escolha excelente para você. Veja alguns exemplos:

  • Candelabros e vasos feitos com latas.
  • Cadernos feitos com papel reciclado.
  • Vasos feitos com garrafas de vidro.
  • Prateleiras feitas com caixas de frutas.

9. Presentes customizados

Esta é uma das ideias de negócios mais comuns, mas ela nunca perde o charme. Presentes personalizados são muito atraentes e não são encontrados em grandes centros comerciais e lojas.

É por isso que, se você tem habilidades com artesanato, esta é uma opção muito interessante.

Qualquer tipo de produto pode ser personalizado de acordo com os gostos e demandas do cliente. Veja algumas opções:

  • Canecas com o nome da pessoa.
  • Travesseiros com fotos impressas.
  • Agendas e diários com desenhos personalizados.

10. Embalagens criativas

As embalagens são muitas vezes o que mais chama a atenção para o produto, seja ele qual for! Portanto, se você possui habilidades manuais, pode dedicar-se a criar caixas e sacolas criativas.

Além disso, você pode procurar fornecedores de diferentes tipos e oferecer-lhes o seu produto, trabalhando em parceria ou associando-se com eles.

11. Colares e pulseiras

Colares e pulseiras são itens que nunca estão fora de moda e, além disso, há uma infinidade de modelos e estilos que podem ser comercializados.

A grande vantagem é que você não precisa de muito investimento inicial e esses itens são fáceis de vender (você pode divulgá-los em suas redes sociais, em lugares onde você frequenta ou vendê-los para seus conhecidos, para começar).

Outra ideia é montar uma loja virtual com suas criações. Se você não tem conhecimento para começar, existem vários cursos e tutoriais na Internet que podem te ajudar.

VÍDEO: QUERO EMPREENDER, E AGORA? | Hotmart Tips

Ideias de negócios de moda

12. Venda de roupas de um nicho específico

Este é um caso muito parecido com o do restaurante de nicho específico, apenas em outro segmento: moda e roupas.

A venda de itens a uma audiência menor pode ser uma boa ideia para ter clientes fiéis aos seus produtos. Veja alguns exemplos:

  • Roupas para mulheres grávidas.
  • Roupas de tamanhos especiais.
  • Roupas para adolescentes.
  • Roupas para crianças.

13. Brechó

Ter um brechó é definitivamente uma ideia de negócio simples e lucrativa.

Se você ama comprar roupas, mas não quer lotar o guarda-roupas com aquelas que você não usa mais, criar um brechó é a ideia perfeita!

À medida que seu negócio for crescendo, você também poderá chamar outras pessoas para colaborar e vender as roupas em seu brechó.

Lembre-se de entregar uma experiência legal para seus clientes, tenha um perfil comercial no instagram para anunciar as peças, crie sua marca e use a criatividade para inovar com as roupas usadas.

14. Aluguel de vestidos de festa

Os vestidos de festa são itens bastante caros e as mulheres, em geral, os usam apenas uma ou duas vezes. É por isso que uma alternativa bastante popular hoje é o aluguel de vestidos de festa.

Se você gosta de moda e tem boas habilidades de barganha, esta opção pode ser ideal para você.

Não é absolutamente necessário ter uma loja, porque você pode entregar as roupas em domicílio, por exemplo.

15. Coaching de estilo

Se todos te admiram pela sua capacidade de escolher e combinar peças de vestuário e acessórios, uma boa ideia pode ser o coaching de estilo ou o papel de personal shopper.

Realizar uma avaliação das roupas disponíveis no armário do cliente, dar conselhos sobre o que comprar e onde fazê-lo, ou mesmo comprar os produtos, são algumas das atividades desse profissional.

Se você não quer fazer isso pessoalmente, também há a opção de escrever um blog ou um ebook sobre o assunto! É disso que falaremos em breve!

VÍDEO: Como o empreendedorismo mudou minha vida | Lilian Santos | Hotmart Ideas

Ideias de negócios de beleza

16. Maquiagem em casa

Você tem talento para a maquiagem? Sempre foi a pessoa que arruma todas as amigas para as festas? Já fez algum curso sobre o assunto?

Então, uma excelente oportunidade pode ser a maquiagem em domicílio.

Para iniciar, você só precisa ter alguma prática e, claro, bons produtos do segmento (e uma ótima variedade para atender a todas as suas clientes).

Se tudo correr bem, você pode até abrir o seu próprio salão de beleza!

17. Manicure e pedicure

Se você tem um talento para fazer as unhas das mãos e dos pés, os serviços de manicure e pedicure podem ser uma excelente opção.

No entanto, é necessário que você faça um curso e tenha um pouco de prática antes de começar a atender seus clientes.

Os materiais são simples, como algodão, esmaltes, removedor de esmalte, lixas e alicates.

A grande vantagem é que este é um serviço que as pessoas realizam periodicamente: geralmente uma vez por semana ou a cada 15 dias.

É por isso que, depois de ter conseguido conquistar seus clientes, você sempre terá trabalho!

18. Massagens

A massagem é outro serviço muito popular que atrai todos os tipos de pessoas: homens e mulheres de qualquer idade.

Você precisa fazer algum curso antes de começar, mas não são necessários grandes investimentos.

Além disso, há uma grande vantagem: você pode fazer o trabalho em qualquer lugar (mesmo em sua casa ou em domicílio) porque não são necessários muitos instrumentos.

Uma mesa de massagem e alguns cremes e toalhas são suficientes para começar.

19. Design de sobrancelhas e depilação

Design de sobrancelhas e a depilação são serviços muito procurados e têm muitos pontos positivos: são necessários pouquíssimos produtos para começar, podem ser feitos em qualquer lugar e não exigem grandes investimentos.

Além disso, você pode combiná-los com outros serviços, como maquiagem.

20. Salão de beleza

Esta é uma das ideias de negócios mais antigas que provavelmente existirá para sempre. Todos precisam desse serviço (e ninguém quer cortar o cabelo com um profissional que não seja excelente).

Se você tem talento para esse tipo de trabalho e não tem muito dinheiro para investir, você pode fazer cursos e começar prestando serviço à domicílio ou em sua própria casa.

Se pensa em fazer algo maior, você pode montar um salão e contratar profissionais especialistas, oferecendo diferentes serviços, como coloração, penteados e vários tratamentos capilares.

VÍDEO: 7 CONSELHOS PARA QUEM QUER EMPREENDER SOZINHO

Ideias de Negócios Educacionais

21. Escola de idiomas

Esta é uma das ideias de negócios mais rentáveis hoje. As escolas de idiomas estão em todos os lugares, porque são cada vez mais necessárias.

No entanto, você terá que ter algo que o destaque dos concorrentes: um método de ensino diferente, um público-alvo específico (como crianças), uma estrutura física muito boa ou aulas de uma língua exótica, por exemplo.

Se você não tem dinheiro para investir, mas você é muito bom em uma língua estrangeira, você pode começar dando aulas particulares.

22. Reforço escolar para crianças

O reforço escolar para crianças é excelente para aqueles que têm muito conhecimento sobre uma disciplina escolar: matemática, ciências, história, geografia, português ou qualquer outra.

Mas, obviamente, além de conhecer a disciplina, você tem que ter talento para ensinar e gostar de crianças e adolescentes.

Se você quiser experimentar o trabalho, comece com pessoas que já conhece (irmãos, sobrinhos, primos, filhos de amigos etc.).

23. Preparação e correção de provas

Nas grandes escolas, existem empregos de freelancer para especialistas em disciplinas escolares, que são necessários para preparar e/ou corrigir provas.

Não é um trabalho tão generalizado ou fácil de obter, mas é uma boa alternativa para aqueles que querem trabalhar com educação sem ter que ensinar.

Ideias de Negócios Esportivos

24. Loja de artigos esportivos

Se a sua ideia de negócio ideal é ter uma loja e você ama esportes, uma boa opção é conciliar as duas coisas. Você pode oferecer produtos de diferentes áreas, como tênis, boxe, yoga, ciclismo, esportes aquáticos etc.

Uma loja de especialidades esportivas é bastante rentável, mas tenha em mente que você precisará de dinheiro para investir.

25. Aulas de dança

Você é especialista em algum tipo de dança e gosta de ensinar? Então, você pode começar já!

Em geral, não é necessário nenhum equipamento e é possível fazê-lo em parques ou em locais diferentes.

Se sua ideia é investir em algo maior, você pode criar uma escola de dança e contratar profissionais de diferentes ritmos musicais, como salsa, tango, zumba e muito mais.

26. Personal training

Esta é uma boa opção para aqueles que têm formação em educação física, pois é um negócio lucrativo, que não requer grandes investimentos.

Se você quiser fazer algo ainda melhor, você pode pensar em um curso online, como fez Ricardo Lapa.

Graças às suas videoaulas, ele alcançou sucesso profissional e fez seu método chegar a estudantes de todo o mundo.

VÍDEO: Ricardo Lapa: do Morro dos Macacos, no Rio de Janeiro, para clientes em mais de 40 países | Bravo!

27. Academia

Se você quer ter um emprego no segmento de esportes e tem dinheiro para investir, uma das melhores ideias de negócios é montar uma academia com diferentes modalidades.

Mais e mais pessoas estão procurando esse tipo de serviço, já que os benefícios da atividade física são cada vez mais visíveis e divulgados.

No entanto, lembre-se de que você terá que gerenciar vários itens, como a compra de equipamentos e máquinas, a contratação de sua equipe, o aluguel ou compra do espaço e muito mais.

Ideias de negócios de eventos

28. Organização de eventos

Eventos acontecem a todo momento em nossas vidas e muitas pessoas não têm tempo ou realmente não gostam de pensar na organização. É aí que entra o organizador de eventos.

Se você gosta de planejamento e festas, essa é uma ótima oportunidade de empreender.

Essa área é muito abrangente, por isso, é ideal que você foque em um nicho específico, como, por exemplo: festas de casamento.

Uma outra dica para abrir um negócio de organização de eventos é ter bons parceiros e fornecedores, isso vai ser muito importante para a boa qualidade do serviço oferecido.

29. Decoração de eventos

Se planejar não é seu negócio, mas ainda sim você pensa em empreender na área de eventos e tem um dom para decoração, essa ideia é para você!

Muitas pessoas querem ter o evento perfeito, mas precisam de alguém que saiba fazer isso por eles. 

A área de decoração de festas é muito procurada e alguns nichos se destacam como o de decoração de festas infantis.

Assim como na organização de eventos, um decorador de festas precisa de bons parceiros e fornecedores para encantar seus clientes e garantir o sucesso do negócio.

30. Aluguel de brinquedos e itens de festa

Ainda em eventos, o aluguel de brinquedos e itens de festa é uma área incrível para abrir um negócio. O melhor é você não precisa ter conhecimento em eventos para começar.

O que você precisará é de investimento inicial para comprar os brinquedos e/ou os itens de festa, como: cama elástica, piscina de bolinhas, mesas, cadeiras, etc. e um local para armazená-los.

Esse negócio é bastante escalável, mas deve-se sempre ter atenção com a manutenção dos brinquedos e dos itens de festa.

VÍDEO: Ideias para criar um negócio próprio com pouco dinheiro – Hotmart Tips #62

Ideias de negócios de consultoria empresarial

31. Consultoria financeira

O mercado de consultoria financeira é crescente e recorrente.

Muitas empresas entram em crise financeira e têm dificuldade de “sair da lama” por conta própria.

Sendo assim, se você tem experiência nessa área, a consultoria financeira é uma ideia de negócio para você apostar.

A dica para começar é ter contatos na área, você precisará construir sua autoridade para ter um negócio bem sucedido.

Além disso, você terá ainda mais chances de crescer se for focado em um nicho específico e tiver seu próprio método.

32. Consultoria de marketing

Quando falamos de consultoria de marketing, falamos sobre uma área muito abrangente. Dentro dela temos tanto o marketing tradicional como o digital.

Para quem quer abrir o próprio negócio de consultoria nessa área, recomendamos o marketing digital.

As possibilidades são inúmeras e o mercado é crescente. São várias as empresas e até empreendedores iniciantes que contam com especialista para solucionar áreas como, por exemplo:

É importante saber que, para abrir um negócio de consultoria, é importante ter experiência, saber analisar dados e desenvolver soluções criativas. É isso que elevará a qualidade de seu serviço e encantará seu cliente.

33. Consultoria de business plan 

Business plan é planejamento de negócio.

Essa ideia é para aqueles que entendem de como ensinar outras pessoas a abrirem e desenvolverem novos negócios.

Geralmente é necessário que se entenda de administração, mas qualquer pessoa com talento e experiência pode abrir um negócio nessa área.

Ideias de Negócios na Internet

Os negócios pela Internet são certamente a melhor escolha para quem quer ser seu próprio chefe. Veja por quê:

  • O empreendedorismo digital só cresce de uns tempos para cá.
  • Você pode trabalhar de onde quiser, já que você não precisa estar em um lugar específico para realizar suas tarefas.
  • Você pode trabalhar no momento que melhor lhe convier: você não precisa se preocupar com o horário de expediente.
  • Você obtém clientes em qualquer lugar do mundo e não apenas na área onde você mora.
  • Você não precisa de grandes investimentos para começar.
  • Você pode escalar seu lucros muito mais do que em outro tipo negócio.

34. Criação de conteúdo

Criadores de conteúdo digital ou creators são os famosos: blogueiros, youtubers e influenciadores digitais.

Todo mundo conhece um desses, eles ganham dinheiro criando conteúdo e recebendo comissão de empresas que usam seus blogs e mídias digitais para veicular propaganda. Além disso, podem receber patrocínio de grandes marcas.

Essa é uma área em expansão dentro da economia criativa que movimenta bastante dinheiro no mercado online.

Se você tem facilidade de comunicação e domina muito bem um tema, sua oportunidade de negócio está em suas mãos! Crie conteúdos, conquiste seguidores e construa um negócio em cima disso.

35. Ebooks

A criação de ebooks é uma excelente opção para aqueles que querem criar um negócio digital lucrativo de forma rápida e fácil.

O ebook, ou livro digital, é um material muito popular e altamente procurado pelos usuários da Internet. Nele, você deve transmitir algum conhecimento que tem e que pode ajudar outras pessoas.

Você adora fazer refeições saudáveis? Que tal criar um ebook com suas melhores receitas?

Você fala francês muito bem? Que tal criar um ebook com vocabulário para iniciantes que irão à Paris?

Você conhece muito bem a sua cidade? Você pode criar um ebook com dicas para turistas!

Existem milhões de possibilidades!

36. Cursos online

Os cursos online são cada vez mais procurados em todo o mundo. A razão para isso é que existem muitas vantagens para todos: tanto para alunos quanto para professores.

Alguns dos pontos positivos para o aluno são os seguintes:

  • Não precisar sair de casa e enfrentar o trânsito para fazer o curso.
  • Poder fazer as aulas no horário que melhor convém para você, mesmo de madrugada, se desejar.
  • Possuir autonomia para realizar o curso como achar melhor, tendo um ensino mais personalizado, de acordo com suas necessidades.

Alguns dos pontos positivos para o professor são os seguintes:

  • Poder gravar as videoaulas uma única vez e vender o mesmo curso para milhares de alunos.
  • Poder vender em todo o mundo e não apenas na região onde mora.
  • Poder escolher seus horários de trabalho.
  • Poder trabalhar em qualquer lugar, mesmo viajando.

Segundo pesquisas realizadas pelo portal eLearning Brasil, o ensino a distância, como cursos online e EAD registraram um grande crescimento de alguns anos para cá, juntamente com o crescimento de investimentos que movimentam em torno de 80 milhões de dólares para mais no Brasil.

É por isso que esta é a melhor de todas as ideias de negócios em nossa lista! Qualquer um pode transformar algum conhecimento ou talento em um curso online.

Certamente você é bom em algo e pode ajudar muitas pessoas com tudo o que você conhece.

Aqui, no blog, mostramos quais são os cursos online mais vendidos: você pode ler o texto e se inspirar!

37. Congressos online

Outro formato de produto digital que as pessoas estão procurando são congressos online. 

Da mesma forma que existem conferências presenciais em diferentes áreas do conhecimento (como saúde, educação, engenharia, arquitetura, biologia, tecnologia e muitos outros), o mesmo acontece com o universo virtual.

A grande vantagem é que muitas pessoas podem participar. E, depois de terminar, os compradores ainda podem acessar todo o conteúdo.

38. Afiliação

Os afiliados divulgam produtos e recebem comissões sempre que o produtor faz uma venda graças ao seu trabalho. Aqui no blog, mostramos o que é um programa de afiliados e como funciona. Recomendamos sua leitura para saber mais!

39. Loja virtual

Também chamada de e-commerce, ou seja, comércio eletrônico em português, as lojas virtuais são sites de venda de produtos físicos ou não.

Se você quer abrir uma loja virtual, precisará de um software que gerencie a loja e os meios de pagamento. Você também será responsável por cuidar da logística de estoque, caso os produtos vendidos sejam físicos.

40. Aplicativos

Quem sabe desenvolver software e aplicativos tem uma ótima oportunidade de trabalhar com a Internet e alcançar muitas conquistas profissionais. Existem muitos casos bem sucedidos nesse mercado.

Se você não tem conhecimento de programação, mas tem uma excelente ideia que pode funcionar, você pode encontrar alguém com o conhecimento necessário para ser seu parceiro.

VÍDEO: Como criar um negócio? 9 dicas para ser seu próprio chefe | Hotmart Tips

Tendências e ideias para abrir um negócio em 2024

Já reparou que o brasileiro está sempre tentando se reinventar? Mesmo diante da crise sanitária e financeira de 2020 e 2021, as pessoas continuam esperançosas e procurando ideias de negócios. Por isso, quem procura ser o próprio chefe precisa ficar atento às tendências do próximo ano.

Mesmo com tantas incertezas no mercado, alguns setores se mostram promissores e com grande potencial. É nesse momento que devemos encontrar as oportunidades para ter um negócio rentável, certo?

Confira a seguir algumas áreas que estarão em alta em 2024. O intuito aqui é dar a você uma visão mais ampla das opções mais promissoras e rentáveis. Vamos lá?

E-commerce

É fato: a pandemia modificou o jeito que fazemos compras e, com isso, o e-commerce ganha cada vez mais força. Mesmo com a reabertura das lojas físicas, a expectativa é que o e-commerce continue rentável e se desenvolvendo.

Talvez a maior vantagem de quem opta pelo mercado digital é a economia de custos de não precisar de uma loja física; não é preciso pagar aluguel, nem IPTU e muito menos realizar obras e reformas.

Outra grande vantagem é ter uma exposição maior, já que qualquer pessoa no mundo pode encontrar um e-commerce. Contudo, um dos maiores desafios é a forte concorrência. Para se destacar é preciso investir na comunicação e no marketing.

Ou seja, planeje bem a comunicação do e-commerce e seja sempre constante: crie conteúdos visuais, impulsione seus posts nas redes sociais, eduque o consumidor sobre o seu nicho e muito mais — o importante é usar a criatividade para atrair clientes.

Trabalhos em home office

Mais uma grande mudança gerada pela pandemia foi o trabalho em home office. Inclusive, essa tendência promete ficar pelos próximos anos. Você pode investir em e-commerce no conforto da sua casa, já pensou?

A tecnologia permite que muitos negócios sejam geridos remotamente. Estamos falando sobre controle de estoque, caixa e vendas feitas através de softwares e plataformas.

No entanto, é preciso ter disciplina para ver resultados positivos. O profissionalismo, mesmo trabalhando em casa, é importante para explorar todos os potenciais do negócio e ter uma boa produtividade.

Dropshipping

Já ouviu falar nessa modalidade de negócio que vem ganhando espaço nos últimos tempos? Nela, não é preciso ter o produto ou realizar o serviço em si.

Na verdade, é um modelo de gestão da cadeia logística em que você pode realizar vendas de produtos sem precisar ter um estoque. Ou seja, você se torna um revendedor intermediando a operação de venda e terceirizando o processo de estocagem e distribuição com fornecedores.

Grandes marketplaces fazem uso do dropshipping, como Mercado Livre, eBay, AliExpress e Amazon. Adicionalmente, essa modalidade é ideal para quem não conta com recursos de logística e estoque físico, mas deseja investir no comércio digital de alguma maneira.

Produção de conteúdo

Outra ideia de negócios é a produção de conteúdo textual para empreendimentos que apostam no marketing de conteúdo. No digital, a necessidade por textos para blogs, sites e redes sociais tem crescido e com ela a procura de bons profissionais para suprir essa demanda.

Um material bem escrito consegue informar, educar e influenciar a decisão de compra de um usuário. Por isso, muitos empreendimentos contratam freelancers para produzir esses conteúdos.

Criação e venda de produtos digitais

Outra possibilidade é a criação e venda de produtos digitais. Nessa modalidade é possível comercializar itens, como:

  • cursos online;
  • e-books;
  • audiobooks;
  • infográficos;
  • videoaulas;
  • aplicativos;
  • livros;
  • E até músicas.

Perceba que a maioria tem como objetivo a área do conhecimento. Por isso, se você tem alguma habilidade, você pode ensinar a outros usuários. Se você contar com mais recursos, é possível contratar alguém habilidoso para criar um produto ou serviço para que você possa comercializá-lo.

Uma grande vantagem de entrar para o mercado de infoprodutos é a economia para produzir algo, em comparação com uma versão física. Por exemplo, para comercializar uma música você pode adicioná-la em plataformas como Spotify, YouTube, Deezer e outros. Além disso, você não precisa arcar com o frete e manter estoque.

Para obter bons resultados pense em um produto digital que tenha um potencial ilimitado de vendas e que supra a necessidade de determinado público. Por isso, pesquise bem e entenda as reais necessidades dos usuários.

VÍDEO: O Pedro é o especialista perfeito por este motivo… | Priscila Zillo e Pedro Sobral l Além do Fire

9 dicas para abrir o negócio próprio começando com pouco dinheiro

Agora que você já sabe das opções de negócios, é preciso dar o próximo passo. Nesse sentido, você sabe que abrir um negócio próprio envolve muitas vantagens e desvantagens.

Muitas vezes, você tem a ideia, a vontade e o mais difícil é ter investimento para colocar seu sonho em prática. Primeiro de tudo, é importante ter alguma afinidade com o nicho escolhido. Uma boa pesquisa de mercado também é importante para entender quem é a sua persona.

Mais adiante, é preciso planejar bem — estamos falando sobre a gestão do negócio, envolvendo a gestão financeira e um plano de negócio, com o roteiro de todas as etapas e recursos necessários para tirar a ideia do papel.

1. Descubra o que você gosta

Quem abre o próprio negócio acaba trabalhando muito mais que oito horas por dia, acredite. Por isso, escolha algo que você realmente goste. Até porque as chances de você desistir de algo fora do seu interesse são grandes.

Por isso, aposte naquilo que você tem talento e é sua paixão. Isso porque as dificuldades ficarão muito mais simples de serem encaradas. Pense nisso. 

2. Escolha um nicho de atuação

O nicho precisa estar alinhado aos gostos e habilidades do empreendedor, mas também ter procura entre os consumidores para que ele tenha retorno financeiro.

Além disso, nem sempre o nicho tendência é uma boa escolha, já que pode sair de moda de uma hora para outra, além do risco do empreendedor não ser bom naquele segmento. A chave é o equilíbrio.

Por isso, um negócio bem segmentado aumenta suas chances de crescimento e reconhecimento em seu nicho. Isso porque, o empreendedor estará apostando em ações mais estratégicas para um público realmente interessado e qualificado.

3. Tenha um plano de negócios

Saber os passos certos a serem tomados ao começar um negócio é um dos fatores essenciais. Um passo errado pode resultar na perda de clientes e dinheiro.

Por isso, ter um plano de negócios é importante. Ele serve como um mapa cobrindo todos os passos necessários para o lançamento do seu negócio. Deve-se incluir informações sobre o modelo de negócios, público-alvo, marketing, finanças e outros.

4. Faça um planejamento financeiro 

Um planejamento financeiro é essencial, pois pode afetar a sobrevivência do negócio. Ele serve para entender como anda o fluxo de caixa, capital de giro e o nível de crescimento do negócio.

Quando essas informações são bem definidas fica fácil tomar decisões mais acertadas. Um planejamento financeiro conta com a avaliação da situação atual, métricas de acompanhamento, projeção de possíveis cenários e outros.

5 . Priorize negócios digitais

Negócios digitais são, sem dúvidas, um dos mais fáceis de começar sem nenhum investimento.

Dependendo da área que você quiser empreender, só precisará do computador, de seu talento e da divulgação orgânica.

Consequentemente, esses tipos de negócio são bastante lucrativos e escaláveis. Uma boa pedida, não é mesmo?

6. Comece trabalhando de casa

Antes de pensar em ter um escritório ou uma loja física com uma super infraestrutura, comece do simples. Ofereça seu serviço direto de casa, priorizando o atendimento e a qualidade de entrega.

À medida que você for ganhando a confiança dos clientes e crescendo com seu empreendimento, seus lucros vão aumentar e você poderá pensar em algo mais estruturado para seu negócio.

7. Faça uma pesquisa de mercado 

A pesquisa de mercado é uma etapa muito importante para a criação de novos negócios.

Com ela, você identifica o que dá certo ou não, define quem é seu público-alvo, descobre o que ele gosta e detecta espaços para inovar.

Essa é a melhor escolha de um empreendedor para fazer seu negócio dar certo. E o melhor é que não custa nada.

8. Invista em Marketing Digital 

Investir em um negócio digital e obter bons resultados é possível graças ao seu talento, esforço e ao marketing digital. É crucial criar estratégias online com base nas necessidades do seu público-alvo.

Isso porque de acordo com o Webshoppers 43 Ebit/Nielsen & Bexs Banco, o e-commerce cresceu 41% em 2020, sendo a maior alta em 13 anos. Além disso, o mercado digital ganhou mais de 13 milhões de usuários no Brasil.

Sendo assim, aposte nas principais estratégias de marketing digital, como:

  • Inbound marketing;
  • Marketing de conteúdo;
  • SEO no seu site e blog;
  • Guest post;
  • Impulsionamento de posts nas redes sociais;
  • Tráfego pago;
  • E-mail marketing.

9. Não desanime 

Um dos fatores mais importantes ao iniciar um negócio é se manter motivado e não desanimar caso o negócio não apresente resultados rápidos.

É preciso acompanhar de perto o desempenho do negócio em vendas e público para corrigir falhas com rapidez e estar por dentro das tendências do mercado.

Descubra outros segmentos!

Se você chegou até aqui, já sabe que existem muitas ideias de negócios para aqueles que querem ser seu próprio chefe.


Este post foi originalmente publicado em janeiro de 2018 e foi atualizado para conter informações mais completas e precisas.