Início / Blog / Entenda o que são plataformas digitais e como elas podem te ajudar a impulsionar seu negócio
Fechar

Entenda o que são plataformas digitais e como elas podem te ajudar a impulsionar seu negócio

Descubra as vantagens das plataformas digitais e como implementá-las.

ilustração de um monitor de computador com uma janela de uma plataforma digital sobre a tela

As plataformas digitais estão alicerçando e impulsionando novas formas de pensar (e manter) as relações humanas — sejam elas sociais, educativas ou comerciais, para citar apenas algumas.

A tecnologia, principalmente quando aplicada ao desenvolvimento de empresas e pessoas, pode favorecer ganhos expressivos e escaláveis.

Nesse contexto, no qual as ferramentas estão disponíveis e as possibilidades são infinitas, só há uma forma de se apropriar das oportunidades: entender os conceitos, analisar os cenários e investir em uma ideia. As plataformas digitais podem ser exatamente o que seu negócio precisa para ter uma guinada espetacular, viu?

Ao ler este post, você entenderá um pouco mais sobre o assunto e terá mais segurança para apostar no seu projeto. O propósito é detalhar o conceito e explicar a prática, evidenciando as vantagens desse recurso.

Vamos lá? Boa leitura e bons negócios!

Post index MenuÍndice
O que são plataformas digitais? Quais os tipos de plataformas digitais? Quais são as vantagens de usar uma plataforma digital? Como começar a usar uma plataforma digital em seu negócio?
Voltar ao Índice

O que são plataformas digitais?

Você com certeza já está familiarizado com as plataformas digitais, ainda que não tenha parado para pensar sobre elas. Esse tipo de tecnologia está enraizado em nosso cotidiano e, mesmo que não percebamos, costumam tornar nossos dias muito mais fáceis e produtivos.

Sempre que pede um Uber entre um compromisso e outro, por exemplo, você acessa uma plataforma digital. Toda vez que troca a diária do hotel pela estadia em um Airbnb, escolhe sua acomodação por meio de uma plataforma digital. Comprou um livro na Amazon? Acertou: plataforma digital.

Conceitualmente, as plataformas digitais são modelos de negócios baseados em tecnologia. A missão delas é conectar interesses e pessoas, promovendo interações de valor entre os envolvidos.

Fica fácil perceber isso na prática: o motorista do aplicativo quer trabalhar e você precisa se deslocar de um ponto a outro da cidade. Bastou associar os dois para criar uma fórmula incrível de sucesso, valorizando a velha relação de oferta e demanda.

Já faz algum tempo que as plataformas digitais são o caminho mais curto para a alta performance empresarial. Com a ascensão de tecnologias como cloud computing (computação em nuvem) e Big Data (que envolve a organização e a análise de uma massa enorme de dados), a necessidade de investir em aparato tecnológico ganhou força.

Esse movimento, que ainda está em curso, também é conhecido por transformação digital.

Portanto, na prática, as plataformas digitais atuam como facilitadores online de uma relação que já acontecia fora da web, mas que, agora, é largamente impulsionada e potencializada a partir de mecanismos digitais. E mais: as empresas que quiserem se manter competitivas precisam se reinventar.

Quais os tipos de plataformas digitais?

De fato, vivemos em um mundo que mescla o real com o virtual. Hoje em dia, não pensamos mais em criar negócios que não possam ser geridos nesses dois ambientes.

Por isso, existem diversos tipos de plataformas digitais, cada uma delas atende diferentes necessidades dos seus usuários, em diferentes contextos. Para que produtos e serviços possam ser disponibilizados digitalmente.

Nesse sentido, especialmente para fins relacionados ao marketing, é possível encontrar: plataformas de hospedagem, de gestão de projetos colaborativos, de disparo de email marketing, de gestão de redes sociais, de automação de marketing, de controle de vendas, de distribuição de conteúdos, de vendas etc.

Abaixo, vamos comentar a respeito de alguns tipos de plataformas digitais, entendendo quais são as suas funções e em quais contextos elas se aplicam.

1. Gestão de redes sociais

As grandes protagonistas do ambiente digital são as redes sociais. E, embora seu papel inicial fosse a interação de pessoas com pessoas, ao longo do tempo, elas foram se atualizando e tornando-se cada vez mais adaptadas para a promoção de diversos negócios.

Por isso, surgiu a necessidade de se ter ferramentas de gestão de redes sociais que contribuam para otimizar o trabalho do profissional responsável pelos canais de mídias sociais.

Ou seja, essas ferramentas trazem um auxílio para a administração dessas redes, uma vez que esse trabalho passou a ser essencial para as empresas. 

De fato, a produção de conteúdo para o público, as estratégias criativas e atraentes precisam ser pensadas e elaboradas por times e pessoas da área de marketing, mas o serviço operacional pode ser feito automaticamente por essas ferramentas.  

Essas plataformas, geralmente possuem a possibilidade de integração com as redes sociais — Facebook, Instagram, LinkedIn etc. — e executam algumas ações automatizadas, como: programação de publicação, demonstração de dados de desempenho das redes, produção de relatórios, integrações, organização do calendário de publicações e outros.

Um exemplo desse tipo de plataforma é a MLabs, uma ferramenta paga, que oferece todos esses serviços citados acima, a fim de facilitar o trabalho do social media. 

2. Automação de Marketing

Como você já deve saber, existem vários processos dentro da execução de uma estratégia de marketing digital. E para que toda essa jornada — que envolve atração, captação de lead, nutrição e venda — aconteça de maneira eficiente, é fundamental automatizar ao máximo esse procedimento.

Para tanto, as ferramentas de automação de marketing contribuem para organizar, facilitar  e escalar essa operação, com o uso da tecnologia, contribuindo para que toda a jornada do cliente seja desenhada e acompanhada de maneira automática.

3. Email Marketing

O envio de email marketing faz parte do processo de marketing, vendas e relacionamento, de modo geral, de um empreendimento.

Também é uma atividade que deve ser automatizada, especialmente quando se trata de um fluxo de nutrição, em que vários emails são enviados, seguindo uma sequência lógica e, geralmente, obedecendo alguns critérios pré definidos.

E, embora tenhamos acesso a outros meios de comunicação como mensagens instantâneas e redes sociais, o email ainda é um recurso muito utilizado nas empresas, que gera muitos resultados.

Por isso, inúmeras plataformas digitais disponibilizam o recurso de disparo e programação de email marketing.

A Klickpages, por exemplo, é uma plataforma digital, que oferece esse tipo de serviço de envio automatizado de email marketing, bem como outras facilidades envolvidas na execução de estratégias de marketing digital.

Alguns desses recursos são: criação de campanhas de email marketing segmentadas, classificação de leads, criação de landing pages, criação de formulários pop ups etc.

4. Gerenciamento de projetos e equipes

Outro tipo de ferramenta que faz toda a diferença na organização e execução de qualquer estratégia são as plataformas de gerenciamento de projetos e equipes.

Independentemente do tamanho do seu time, ou até mesmo se você trabalha sozinho, essas plataformas dão um grande suporte para qualquer planejamento estratégico e execução de tarefas.

Porque, todo profissional precisa de um espaço, preferencialmente digital, para manter as suas tarefas e ideias organizadas, dimensionar o tamanho de um projeto, dividir as obrigações entre pessoas e prazos.

Essas ferramentas são fundamentais para um bom desenvolvimento e agilidade dos processos. Alguns exemplos dessas plataformas são: Trello, Azana, Monday, Microsoft Project e diversas outras, encontradas em versões pagas e gratuitas.

5. CRM – Relacionamento com o cliente

CRM é um termo em inglês: Customer Relationship Management, que pode ser traduzido para a língua portuguesa como Gestão de Relacionamento com o Cliente. Um CRM, na verdade, auxilia na automação de marketing citada acima.

Os sistemas de CRM permitem que os contatos sejam segmentados de acordo com os seus dados. Com isso, por meio dele, é possível realizar os fluxos de emails de interação com leads e clientes, de forma automatizada e personalizada. 

Dessa forma, a comunicação com a sua base de contatos fica mais organizada, suas mensagens atingem as pessoas certas e no momento certo, fazendo com que sua estratégia seja mais eficiente.

6. Chatbot

Os chatbots são robôs inteligentes, que mantêm uma interação com as pessoas de forma automatizada e personalizada, assim como os emails. Porém, diferentemente dos e-mails, eles funcionam de maneira instantânea, por meio de mensagens diretas.

Normalmente, os chatbots são integrados a websites e aplicativos, em menus de comunicação via chat ou em redes sociais de interação como Facebook Messenger, WhatsApp, Telegram, SMS e outros canais de mensageria.

Esse recurso é muito utilizado e tende a trazer bons resultados, porque ele funciona em um ambiente muito comum para as pessoas. Porque é muito fácil para nós, indivíduos do século XXI, mantermos uma conversa via chat, seja com os nossos amigos, familiares, colegas de trabalho etc.

Por isso, existe uma grande familiaridade dessa desse ambiente, fazendo com que essa conversa por meio desses mesmos canais de mensageria sejam bem aceitas, ainda que ela seja intermediada por um robô conversacional. 

7. Gestão e distribuição de conteúdos digitais

Também existem as plataformas de gestão e distribuição de conteúdos digitais. Essas plataformas têm como objetivo hospedar e comercializar materiais digitais, como: cursos online, ebooks, ferramentas etc.

Esses produtos são consumidos exclusivamente no ambiente web, ou seja, não são artigos físicos que precisam ser entregues na casa do comprador, portanto precisam do auxílio de uma plataforma para serem distribuídos.

Essas plataformas estão atuando fortemente no cotidiano das pessoas, porque cada vez mais pessoas têm surgido no mercado digital e criado esse tipo de conteúdo para ser comercializado.

Além disso, os infoprodutos são uma solução muito prática para serem consumidos de qualquer lugar, a qualquer momento. Logo, esse modelo de negócio tem sido muito popular nos dias de hoje.

A Hotmart, por exemplo, é uma plataforma completa que busca transformar esses criadores de conteúdo em empreendedores, disponibilizando ferramentas úteis para gerenciamento dos conteúdos, exposição de seus produtos, vendas, acompanhamento de resultados, integração com outras plataformas digitais e muito mais.

Quais são as vantagens de usar uma plataforma digital?

Os benefícios gerados pela adoção de plataformas digitais são inúmeros — e provocam uma intensa transformação nos negócios desde os primeiros meses. Lembre-se de que, em um mundo online, as respostas são rápidas e a reação corporativa também precisa ser.

A primeira vantagem está diretamente associada às demandas do mercado. Hoje, o consumidor é digital e as compras online só crescem. De acordo com a Ebit, no 1º semestre de 2021, o ecommerce brasileiro faturou mais de R$50 bilhões e registrou alta de 31% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Assim, uma plataforma digital significa um passaporte para esse horizonte de oportunidades (e de lucros).

Além disso, considerando a operacionalização de um negócio online, os benefícios da estrutura tecnológica são, da mesma forma, bastante atrativos. A plataforma digital permite:

  • conquistar novos clientes e/ou usuários, investindo na visibilidade da marca e, assim, atingindo um público maior e potencialmente mais interessado;
  • reduzir custos, dispondo de ferramentas que automatizam o processo e permitem a alavancagem de rotinas;
  • otimizar recursos, permitindo uma gestão mais enxuta e eficiente a partir de plataformas completas e seguras;
  • alavancar o faturamento, considerando que a expansão online do negócio maximiza o alcance da oferta e assegura que mais pessoas tenham acesso à ela, aumentando o volume de vendas e o lucro gerado.

Como implementar uma plataforma digital em seu negócio?

A essa altura, você já percebeu que uma plataforma digital pode ser exatamente o que seu negócio precisa para crescer e prosperar, não é? Agora, o próximo passo é efetivar a implantação do projeto.

Nessa etapa, alguns cuidados são importantes e você precisa ter bastante foco para conduzir a execução da melhor forma possível. Alguns equívocos são altamente prejudiciais. Certifique-se de não incorrer neles, ok?

Vale lembrar, também, que o esforço inicial é importante, mas jamais suficiente. Um negócio digital é semelhante a uma companhia física, com a diferença de que o dinamismo da web exige muito mais traquejo e ação do que a versão tradicional, de tijolo e cimento.

É essencial que você esteja sempre engajado com seu produto, seus clientes e seus planos de expansão.

Ufa! Vamos lá, então? Veja algumas dicas preciosas para começar a usar uma plataforma digital e ganhe segurança para melhorar nesse novo mundo de oportunidades.

1. Estabeleça uma base comercial e técnica

Um negócio digital, ainda que esteja ligado à dinâmica da web, também demanda coerência e efetividade na administração. As plataformas digitais são recursos importantes à guinada operacional e, para que tenham alto desempenho, precisam se amparar em estratégias coesas.

A área técnica e a parte comercial são imprescindíveis e precisam caminhar juntas, orientadas por um mesmo objetivo. Assim como as técnicas de vendas são fundamentais para atrair e converter clientes, o adequado funcionamento da plataforma garante que o usuário tenha uma ótima experiência de compra — e volte a comprar no futuro.

2. Alinhe equipes internas

O fluxo de comunicação deve ser uma prioridade na rotina do negócio. No ambiente digital, tudo acontece em uma velocidade acelerada e, por isso, sua equipe deve estar preparada para corresponder às demandas de um consumidor exigente.

O alinhamento do time desponta, portanto, como uma necessidade fundamental. Garanta que todos estejam cientes dos diferenciais e do propósito de valor que você e seu produto pretendem entregar.

3. Trabalhe com ofertas

O processo de compra, tal qual era conhecido, foi totalmente reformulado com a ascensão das plataformas digitais e os recursos da web. Agora, é possível comparar fornecedores, preços e vantagens em um só clique, contrapondo empresas de diversas partes do mundo em apenas uma tela.

Por isso, a formatação de ofertas atrativas merece sua atenção, viu?

Faça esforços deliberados para que seu produto se destaque e não economize nos diferenciais — pode ser uma funcionalidade exclusiva, um bônus em edição limitada ou uma condição incrível para compras em determinado período. Vale diversificar, apostar e testar!

Vamos começar?

Depois de tudo o que você leu e aprendeu sobre plataformas digitais, temos certeza de que muitas ideias começaram a surgir por aí. Não fique só no campo abstrato!

O mundo online é, na verdade, um universo incrível de oportunidades — e você, seu negócio e seus produtos não podem perder a chance de aproveitá-lo.

Se este artigo reavivou suas ideias e te fez enxergar novas possibilidades com as plataformas digitais, ótimo! É hora de agir, certo? Aproveite para conhecer 66 nichos de mercado para produtos digitais e encontre o público perfeito para o seu!

262


Este post foi originalmente escrito em maio de 2019 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.