Início / Blog / Estratégias de vendas para produtos digitais: 4 dicas infalíveis
Fechar

Estratégias de vendas para produtos digitais: 4 dicas infalíveis

Conheça 4 estratégias de vendas para produtos digitais que vão te ajudar a alcançar resultados incríveis em diversas mídias e formatos!

Estratégias de vendas para produtos digitais - Ilustração de carrinho de compras branco sobre fundo azul escuro

Você já tem um produto digital ou pensa em fazer um, mas não sabe como transformar as ideias em renda? Saiba quais são as principais estratégias de vendas para produtos digitais e entenda como é possível usar o conteúdo para obter sucesso!

Pela internet, encontramos diversos produtores de conteúdo vendendo fórmulas do sucesso, com dicas prontas de como lucrar e vender mais com produtos digitais. Apesar de termos ótimos exemplos, também encontramos recomendações pouco eficazes ou exageradas.

O mercado digital pode ser complicado. Em muitas ocasiões, precisamos encontrar estratégias de vendas que façam de fato sentido para uma marca, sem apostar em fórmulas prontas, mas em uma personalização de acordo com a necessidade de cada caso.

Foi para isso que criamos este artigo, que vai trazer 4 dicas infalíveis que vão te ajudar a montar boas estratégias digitais, independentemente do seu segmento de mercado.

Confira abaixo!

Post index MenuÍndice
  1. Crie conteúdo valioso e gratuito para fomentar sua audiência
  2. Tenha uma Página de Vendas de alta conversão
  3.  Venda transformação, não preço
  4. Participe de um Programa de Afiliados
Voltar ao Índice

1. Crie conteúdos valiosos e gratuitos para fomentar sua audiência

estratégias de vendas para produtos digitais - imagem de um livro e tablet

Você sabe de verdade o que é um produtor digital? Mais do que alguém que cria conteúdos, é uma pessoa capaz de divulgá-los de forma clara e atrativa.

O primeiro passo para divulgar e vender mais produtos digitais é apostar na produção de conteúdos de qualidade.

Conteúdos relevantes, que engajam e resolvem uma dor da persona, são essenciais para trazer interesse ao produto digital.

Esse conteúdo valioso pode ser criado em diversos formatos, usando metodologias variadas. Você pode aplicar o conceito do funil de vendas, por exemplo, conduzindo o usuário por uma jornada de compra.

É possível criar conteúdo sobre o próprio produto digital em questão, ou trazer informações mais gerais, que se relacionam de forma sutil com o que está sendo vendido. Independentemente da escolha, o importante é produzir conteúdo de qualidade.

Agora, vamos listar alguns formatos de conteúdos que podem ser produzidos durante a estratégia de vendas, com exemplos práticos. Vamos lá!

Blog

262

Crie conteúdos que sua audiência consuma facilmente, usando o blog como um canal de disseminação de informações relevantes para o seu mercado.

Direcione os conteúdos para os segmentos que você pretende atuar, lembrando que, nesse ponto, você também precisará de uma persona bem definida para que os textos sejam de fato relevantes.

Também é importante fazer uma estratégia em SEO bem estruturada, com pesquisa de palavras-chave e acompanhamento das buscas dos usuários em plataformas como o Google Ads e Google Trends.

Para mais dicas, veja o nosso conteúdo que explica como criar um blog.

YouTube

Nós sabemos que o YouTube é uma das ferramentas de busca mais utilizadas no mundo. Sabendo disso, utilizar essa ferramenta pode potencializar ainda mais o seu alcance.

A tendência do mercado é que o consumo de vídeos cresça progressivamente. Então, invista em conteúdos nesse formato também.

Você pode criar um canal no YouTube em diversos formatos, como podcasts (ou videocasts), videoaulas ou até mesmo vídeos curtos e interativos, voltados para o engajamento.

Lembrando que você deve pensar exatamente como a sua audiência. Por isso, só publique um conteúdo que você consumiria sem nem pensar duas vezes.

Newsletter

Você sabe o que é newsletter?

Newsletters são um modelo de disparo de e-mail com objetivos comerciais, uma ótima maneira de engajar uma audiência e fazer uma boa captação de leads.

Você pode usar um fluxo de e-mails para divulgar seu produto, enviando informações relevantes que vão culminar em transações por parte dos usuários.

Além disso, é possível combinar a newsletter com outras estratégias de venda, como o blog, que pode ter conteúdo divulgado neste formato.

Só tome cuidado para não encher a caixa de e-mail dos usuários com conteúdo excessivo. É importante fazer tudo de forma planejada, usando ferramentas especializadas, como RD Station e MailChimp.

Instagram

Não se engane: o Instagram segue sendo uma das redes mais relevantes do mercado digital!

Incluir essa rede social em suas estratégias de vendas para produtos digitais é essencial, especialmente no contexto atual, em que o Instagram está cada vez mais focado em conteúdos.

Lembrando: não se limite a utilizar uma ou duas opções de entrega de conteúdo, elas são complementares.

E, independentemente da forma que seu conteúdo seja disponibilizado, lembre-se: a chave para que dê certo é a constância. Então, tenha uma frequência de postagem bem definida para manter o seu público engajado.

Aposte em conteúdos no formato Reels, cada vez mais popular e valorizado pelo algoritmo do Instagram. Não há uma fórmula perfeita de como vender no Instagram, mas todas essas dicas podem ajudar bastante neste processo.

Twitter

Apesar de ser uma rede antiga, e em certo ponto nichada, o Twitter tem o seu valor quando falamos em engajamento e construção de identidade de uma marca.

Portanto, pode ser uma boa opção de divulgação dos produtos digitais, desde que você saiba como usar o Twitter e monte uma estratégia de vendas que faça sentido, com um planejamento de tweets focado.

Você pode tentar construir uma narrativa storytelling pela plataforma, produzindo uma thread (tweets em sequência) que termina com a divulgação do produto.

Também é possível explorar os anúncios da plataforma, que estão cada vez mais populares.

TikTok

O TikTok é a rede do momento, seja para quem busca entretenimento, ou para os que estão lá para vender produtos digitais.

Pense em uma estratégia de vendas que se encaixa com o formato e linguagem da plataforma, que é a produção de vídeos curtos e divertidos, que estimulam a interação.

Portanto, conheça o TikTok e descubra essa rede que pode ser explorada muito além das dancinhas e músicas virais!

Facebook

O Facebook ainda é uma das redes sociais mais consumidas no mundo.

A criação de uma Fanpage pelo Facebook Business, na qual você pode divulgar os conteúdos criados em outras plataformas, é uma das estratégias de vendas para produtos digitais mais válida!

Você também pode integrar o Facebook ao Instagram, criando uma estratégia que se repete, mas também se diferencia, em ambas as redes.

WhatsApp e Telegram

Redes de mensagens diretas e grupos, como o WhatsApp e o Telegram, também são ótimos canais de vendas que podem ser explorados na sua estratégia digital.

É possível criar uma loja online completa pelo WhatsApp, ou até mesmo criar grupos em ambas as redes, que podem ser usados para esclarecer dúvidas e construir uma comunidade em torno do seu produto digital.

A ideia é usar as duas ferramentas para gerar engajamento e interações entre os interessados na sua marca, usando uma estratégia de WhatsApp Marketing.

Só tome cuidado para não construir uma comunicação invasiva.

262

2. Tenha uma Página de Vendas de alta conversão

estratégias de vendas para produtos digitais - imagem de uma página na internet e estrelinhas

Já ouviu a frase: “A primeira impressão é a que fica”?

Então, pense em sua landing page como uma vitrine do seu produto.

Ela precisa ser agradável, ter os artifícios que quebrem as objeções do seu comprador, ser atraente e principalmente ter um bom conteúdo.

Também é importante que a landing page seja responsiva, uma vez que o movimento de consumo de conteúdo via dispositivos móveis (celular, tablets etc.) no mercado digital tem crescido expressivamente nos últimos anos.

Usar as landing pages é uma estratégia fundamental quando você quer trabalhar captura de leads, os potenciais compradores do seu produto.

Vamos supor que você ofereça um e-book como recompensa pelo e-mail dos interessados no seu conteúdo. É para essa página que eles serão direcionados.

Vale frisar que todas as informações que você obtiver deverá ser com autorização do seu cliente. É o que temos chamado de marketing de permissão, no qual o lead garante que tem interesse em continuar recebendo e-mails porque gosta do conteúdo que você disponibiliza

3. Venda transformação, não preço

estratégias de vendas para produtos digitais - imagem de um foguete

Iniciar o processo de encantamento do seu produto tendo “preço” como seu maior argumento de vendas é um tiro no pé, pode ter certeza.

Mais uma vez, pense como o seu público:

  • O que te encanta?
  • O que te cativa?
  • Como gostaria de ser tratado por um representante de vendas?
  • O que te faz voltar em um estabelecimento?

As respostas são muitas, mas posso resumir em duas: experiência e transformação.

Se você pautar seu discurso nessas duas palavras e em como seu produto pode encantar e transformar seu comprador, não tem como dar errado.

Seja sincero: detalhe o que você irá entregar, deixe bem claro qual é o intuito daquele produto e nunca ofereça algo que você não tem.

Lembrando que o encantamento e a transformação se estendem em toda trajetória: pré-venda, venda e pós-venda.

Não adianta nada você encantar até o comprador preencher os dados de compra dele no checkout e o seu pós-venda não oferecer o mesmo encantamento.

Faça do seu comprador um embaixador da sua marca!

4. Participe de um Programa de Afiliados

Programa de Afiliados – uma palavra, 3 letras: TOP.

Antes mesmo de falar um pouco mais sobre essa estratégia de vendas para produto digital, confira este vídeo do Alexandre Abramo explicando o que é o Programa de Afiliados e como fazer sua primeira venda online:

Uma das maiores vantagens do mercado digital é a possibilidade de escalar as vendas de uma maneira que nunca foi imaginada. E é nesse quesito que o Programa de Afiliados é um diferencial.

Sempre ousamos dizer que a utilização do Programa de Afiliados é, definitivamente, um momento do negócio.

Se o seu produto já tem um conteúdo sensacional que é consumido e elogiado pelos seus clientes, se você tem uma persona bem definida, se você já possui números suficientes para saber onde precisa trabalhar para alcançar resultados surpreendentes, esse é o momento!

Trabalhando em parceria com Afiliados, tornando seu produto atraente, com uma boa comissão e prêmios para alimentar a sua base de Afiliados, não tem erro!

Suas chances de aumentar as vendas é muito maior, já que, além de você aplicando todas as estratégias de vendas para seu produto, terá ainda outras pessoas especialistas em vendas fazendo o mesmo.

Encontre a sua forma de vender

Como abordamos ao longo do artigo, existem diversas formas de vender produtos digitais. Algumas são mais eficazes do que outras e o sucesso vai depender da sua marca e do tipo de produto ou serviço que ela oferece.

Portanto, lembre-se: o ideal é usar as dicas que listamos de acordo com a personalidade e os interesses da sua marca, personalizando os processos. Assim, o sucesso virá com mais garantia.

Para obter mais insights produtivos, recomendamos a leitura do nosso Guia Completo de Vendas, que vai te ajudar na busca por novas estratégias no mercado digital.

Além disso, se você quer mais dicas de como vender bem, veja também o nosso E-book gratuito sobre 23 gatilhos mentais que vão aumentar suas vendas!


Este post foi originalmente escrito em novembro de 2018 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.