Analista de marketing - ilustração de um megafone sobre fundo roxo

Marketing Digital

O que é analista de marketing e o que ele faz?

O analista de marketing é o profissional responsável pelas estratégias de marketing de um negócio. Saiba o que ele faz, quanto ganha e como começar.

Marcos Pereira

26/10/2022 | Por Marcos Pereira

O analista de marketing é o profissional responsável pela criação, desenvolvimento, análise e mensuração das estratégias de marketing da empresa na qual ele trabalha.

O negócio que deseja ter uma comunicação bem estruturada com o cliente deve ter um analista de marketing no quadro de colaboradores. Isso porque esse profissional é responsável pelo planejamento, criação e análise de estratégias e resultados dentro de uma organização. 

Considerada a profissão do futuro, o analista de marketing é peça importante para qualquer segmento no mercado e possui uma gama de opções de atuação. Esse tipo de profissional lida bem com a tecnologia, assim como trabalha concentrado no comportamento dos consumidores. 

Com as marcas cada vez mais focadas em manter presença nas mídias sociais, atrair tráfego e se destacar dos concorrentes, ter um analista de marketing na equipe pode ser o caminho ideal para alcançar os melhores resultados.

É uma profissão promissora, ainda mais com os avanços da tecnologia e tendências no digital. Isto é, aquele profissional que se torna especialista em X tendência ou software, se torna bem valioso para a empresa — afinal, toda organização busca ter vantagem competitiva, não é? 

No artigo a seguir, vamos falar tudo sobre o profissional dessa área, suas atribuições, salário, habilidades necessárias e a importância do seu trabalho.

Confira!

 

Banner versão desktop

O que é analista de marketing?

O analista de marketing é o profissional responsável pela criação, desenvolvimento, análise e mensuração das estratégias de marketing da empresa na qual ele trabalha.

Devido a sua atuação na área de marketing e publicidade, na maioria das empresas, a graduação em cursos relacionados é considerada um requisito indispensável.

Contudo, tão importante quanto a formação acadêmica é o domínio das ferramentas que auxiliam na elaboração de uma estratégia de marketing de sucesso.

O que faz um analista de marketing?

A partir de agora, vamos falar um pouco sobre as atribuições do analista de marketing dentro de uma empresa.

Devemos considerar, entretanto, que o trabalho desse profissional pode variar conforme o perfil da empresa na qual ele está inserido. Afinal, estamos falando de uma profissão que precisa adaptar e personalizar suas estratégias levando em consideração o público que cada empresa deseja alcançar, seus objetivos, as ferramentas disponíveis e os meios de comunicação nos quais estão concentrados os consumidores em questão.

Aqui, o foco será o analista de marketing digital, mas a profissão também é importante para empresas que utilizam estratégias de marketing tradicional e precisam direcionar suas ações para a televisão, rádio, divulgação de amostras grátis em espaços públicos, entre várias outras tarefas.

Então, para o analista de marketing digital, podemos dizer que essas são suas principais atribuições:

1. Definir a persona

Para que o analista de marketing consiga construir as melhores estratégias e usar as ferramentas certas para atrair os consumidores ideais, é necessário saber exatamente quem são as pessoas que se interessam pelos produtos e serviços oferecidos pela empresa.

Ao se basear apenas no público-alvo de uma forma geral, o profissional corre o risco de investir em campanhas rasas, pouco atrativas e que não agreguem valor para o público que realmente apresenta potencial de compra.

Definir a persona é caracterizar detalhadamente quem é o cliente ideal daquela marca, seus interesses, dores e objeções. Quanto mais específico for esse perfil, mais facilidade o profissional terá para definir as ações que devem ser feitas.

persona

2. Estudar o mercado e a concorrência

Também é responsabilidade do analista de marketing ficar atento ao mercado para saber quais são as tendências, as demandas dos consumidores e as lacunas que precisam ser preenchidas.

Conhecer o mercado implica em saber tudo sobre seus concorrentes:

  • Quem são;
  • Em quais ações eles estão investindo;
  • O que está dando bons resultados;
  • O que precisa ser melhorado.

Trabalhar em cima das falhas da concorrência é fundamental para o analista de marketing, pois assim ele garante a atenção dos consumidores que estão insatisfeitos com demandas não atendidas pelo mercado.

3. Elaborar estratégias assertivas

Com o perfil da persona criado e todo o conhecimento necessário sobre o mercado e seus concorrentes, o analista de marketing deve elaborar as melhores estratégias para atrair os consumidores.

analista de marketing

Nesse momento, o profissional deve considerar as mídias sociais mais usadas pelas pessoas que deseja atingir.

Como falamos anteriormente, um bom analista de marketing começa o trabalho traçando o perfil de sua persona. Então, fica fácil descobrir onde encontrá-la e que tipo de ação gera maior engajamento.

Ele deve elaborar pautas atrativas e de qualidade, usando estratégias de SEO para otimizar o conteúdo, atrair tráfego orgânico e alavancar as vendas da empresa. Além disso, devem ser considerados todos os meios de comunicação com o público: 

Publicar uma ação maravilhosa no Facebook quando sua persona tem mais afinidade e participação no Instagram é um desperdício de esforço e tempo, não é mesmo?

Outro detalhe que o profissional tem que ficar atento é o formato do conteúdo que ele divulgará. Existem públicos que respondem melhor aos vídeos, outros têm mais afinidade com imagens, publicações com textos ou gifs. Ficar atento a isso também é função do analista de marketing, que precisará fazer alguns testes antes de chegar à maneira ideal de se comunicar com seu público.

Quanto à periodicidade de publicação, o analista de marketing deve trabalhar para lançar as campanhas nos melhores horários e dias da semana, além de manter uma certa frequência nas ações da empresa, sempre considerando o que traz melhores resultados, engajamento da audiência e conversões.

4. Acompanhar e mensurar os resultados das ações

Tão importante quanto definir e elaborar as estratégias é realizar o acompanhamento e mensuração dos resultados.

O analista de marketing deve estar sempre atento às ações realizadas, para conseguir identificar o que trouxe os melhores resultados e o que não teve o efeito desejado.

Para ajudá-lo, existem diversas ferramentas disponíveis com as quais é possível monitorar e interpretar as métricas, como o Google Analytics. O analista de marketing deve saber usar esses serviços e conseguir adaptar as estratégias para obter resultados cada vez mais expressivos.

5. Criar estratégia de SEO

Já com o Search Engine Optimization, o papel do analista é “colocar ordem na casa”. Se a estratégia de SEO ocorre em alguma empresa que está começando a ter presença digital, há algumas tarefas básicas a serem realizadas, como a otimização da page. 

Outra tarefa importante é fazer pesquisa de palavras-chave com o objetivo de entender os termos mais buscados e que são uma boa oportunidade de comunicação para a empresa. 

Ou seja, o analista procura saber qual conteúdo deve ser feito de acordo com as palavras mais relevantes para o público-alvo.

Para ter sucesso nesta tarefa, é preciso ficar atento às mudanças do algoritmo dos principais buscadores (Google e Bing) e principais tendências no mundo.

6. Criar estratégias de mídias sociais

Quem trabalha com mídias sociais, fica responsável por desenvolver estratégias de comunicação por meio de um calendário editorial detalhado. 

Isso quer dizer que é preciso entender o público, saber em qual rede a organização precisa estar e também qual o tipo de linguagem utilizar.

Por isso, o profissional vai:

  • Criar uma estratégia e colocá-la em um calendário de marketing;
  • Colocar em prática a comunicação para atração, educação, conversão e relacionamento com os usuários; 
  • Metrificar os resultados nos períodos determinados e analisar o que deu certo (publicações com maior engajamento), e o que precisa ser otimizado (recepção ruim por parte do público) e planejar mudanças para o próximo período.

7. Criar estratégias de tráfego pago

Tráfego pago não é só criar links patrocinados. É preciso criar estratégias com várias opções de divulgações e campanhas. No Facebook e no YouTube, por exemplo, é possível fazer campanhas de display. 

Banner versão desktop

Existem inúmeras ferramentas e possibilidades; por isso, não é indicado se apegar em apenas um programa. O ideal é testar e compreender qual é a ação que dá mais resultado.

Então, entenda que sempre vai surgir uma maneira melhor e inovadora de fazer tráfego pago. Quem não consegue acompanhar estas mudanças está ficando para trás.

8. Criar estratégias de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo

O Inbound Marketing se tornou quase que obrigatório para qualquer negócio. A ideia aqui é atrair o cliente e, por isso, é preciso colocar as estratégias em prática, sejam elas de mídias sociais ou SEO. 

É no Inbound que entra o Marketing de Conteúdo, porque é nessa hora que o analista cria conteúdos de diferentes formatos para sanar dúvidas, dores e educar o consumidor.

Isso quer dizer que nem todo conteúdo precisa ser agressivo e visar apenas a conversão — o consumidor quer saber sobre como a sua solução pode sanar um problema dele. 

Tendo isso em mente, o usuário entenderá a necessidade de compra de um produto ou serviço capaz de resolver seu problema e tomará uma decisão consciente — além de, claro, ter seu negócio em mente na hora de fazer tal escolha — devido às comunicação educadora e relação de proximidade criadas nas etapas anteriores.

O Marketing de Conteúdo contempla vídeos, blog posts, e-mail marketing, posts em redes sociais, fotografias e por aí vai. Um analista deve saber que para criar conteúdos, é preciso ter uma estratégia e um objetivo por trás de cada copy e vídeo. 

Qual o salário de um analista de marketing?

Segundo o portal  salário.com.br, em 2022, um analista de marketing ganha em média R$ 4.063,27 aqui no Brasil, por um período de 42 horas semanais. No que se refere a faixa salarial, o valor varia entre R$ 3.200,00 e R$ 9.333,66 para quem é CLT. 

Para detalhar esses valores nos níveis do mercado, teremos:

  • Júnior: média de R$ 4.233,82 mensais;
  • Pleno: média de R$ 4.789,43 mensais;
  • Senior: média de R$ 7.753,20 mensais.

Lembrando que estes dados foram fornecidos pela CAGED, em 2021, área do Governo Federal dedicada ao Cadastro de Empregados e Desempregados.

Quem pode ser analista de marketing?

Para ser um analista de marketing, é ideal ter graduação na área de marketing, publicidade e propaganda, economia, administração ou até jornalismo. 

Além disso, é necessário ter conhecimento em algumas estratégias usadas hoje e até ser expert em alguma, como mídias sociais, SEO, links patrocinados, growth, inbound marketing, marketing de conteúdo e email marketing.

O conhecimento de ferramentas também é importante:

  • Ferramentas de gestão e metrificação de resultados;
  • Ferramentas de disparo de Email Marketing, posts, mensagens de push e SMS;
  • Ferramentas de automação de marketing;
  • Ferramentas de pesquisa de palavras-chave;
  • E outros.

Sabe quem mais pode ser analista de marketing? Pessoas com soft skills, como comunicação clara, criatividade, proatividade, trabalho em equipe e inteligência emocional.

Como se tornar um analista de marketing?

Para se tornar um bom analista de marketing e ser disputado por empresas, o caminho é trabalhoso. 

O que mais pode ajudar é obter curso superior, especialização, ter experiência na área, fazer um bom networking com profissionais consolidados no marketing, ser proativo e sempre buscar aprender novas ferramentas e desenvolver os soft skills citados anteriormente. 

É claro que não é preciso saber tudo sobre todas as ferramentas disponíveis no mercado, mas quanto mais conhecimento, melhor. Se uma pessoa deseja seguir carreira no marketing de conteúdo, por exemplo, desenvolva a sua escrita, leia muito, aprenda sobre SEO, mídias sociais e por aí vai.

Não se esqueça que cada profissional tem uma trajetória diferente — todas são longas, mas com muito estudo e experiência, é possível crescer no segmento.

Como contratar um analista de marketing?

O analista de marketing é indispensável para a empresa que precisa implementar ou melhorar suas estratégias de divulgação.

Se você tem conhecimento na área, terá mais facilidade para encontrar o profissional certo para a vaga. No entanto, quem nunca atuou no setor de marketing e está contratando alguém justamente para implantar essas ações pode encontrar dificuldades na hora de selecionar candidatos.

Para contratar um analista de marketing é preciso ficar atento à sua experiência e desempenho na gestão de mídias sociais, produção de conteúdo, uso de ferramentas de envio e automação de e-mail marketing e de SEO, como o Google Search Console, por exemplo.

O candidato deve ter as características que falamos anteriormente, ser apaixonado pelo mundo digital e ter muita disposição para lidar o tempo todo com métricas e números. Não adianta contratar uma pessoa excelente para produzir conteúdo, mas que não consiga acompanhar e compreender os resultados que suas ações apresentam.  

Como deu para perceber, por mais que os graduados em marketing, publicidade e propaganda, jornalismo e cursos correlatos tenham maior preparação e base de conhecimentos para atuar como analista de marketing, pessoas com outras formações também podem se sair muito bem.

Candidatos que têm ou já tiveram um blog, mantêm perfis nas redes sociais, conhecem e sabem usar as ferramentas de marketing de conteúdo e as estratégias de SEO já apresentam chances de se destacarem.

Por isso, ao divulgar uma vaga de analista de marketing nos tradicionais sites de buscas de emprego, é comum aparecerem muitos currículos, principalmente com o aumento crescente de pessoas interessadas em trabalhar no mundo digital.

É importante filtrar bem esses currículos para levar adiante no processo seletivo apenas aqueles que realmente se adequem à vaga e possam agregar valor à empresa.

Conclusão

Como empreendedor, com certeza em algum momento você vai se deparar com a necessidade de investir em marketing para se destacar no mercado, aumentar suas vendas e deslanchar seu negócio.

Com este texto, você aprendeu exatamente quem é o profissional ideal para ocupar a vaga de analista de marketing e está pronto para começar sua busca.

Pode ser, ainda, que você perceba que o melhor é se preparar para se tornar um analista de marketing. Ao se especializar, você conseguirá aplicar todo o conhecimento em seu empreendimento e melhorar por conta própria os resultados de suas ações.

Se interessou? Então, não deixe de conferir esses cursos de marketing digital totalmente gratuitos para você se qualificar para o mercado.


Este post foi originalmente escrito em abril de 2018 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.